Markovic sai da Luz por 12,5 milhões, Martins Indi entra no Dragão por 7,7

Foto
Markovic passou apenas uma temporada com a camisola do Benfica, que vendeu o seu passe pelo dobro do preço que pagou por ele PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

Benfica e FC Porto oficializaram mudanças importantes. O avançado sérvio vai representar o Liverpool. Os "dragões" contrataram o defesa titular da selecção da Holanda e Tello, do Barça, também será reforço

Benfica e FC Porto confirmaram ontem mais uma mudança importante nos seus plantéis, ambas já esperadas. O campeão transferiu Lazar Markovic, um dos seus jogadores mais importantes no sucesso na última época, para o Liverpool, por 12,5 milhões de euros. No FC Porto, foi confirmada a compra do defesa Bruno Martins Indi, um dos homens que ajudou a Holanda a garantir a medalha de bronze no Mundial.

Os "dragões" pagam 7,7 milhões de euros ao Feyenoord para contarem com o jogador nascido há 22 anos em Portugal. Mas o holandês não será a única novidade no Dragão. As negociações pelo extremo Cristian Tello foram finalmente concluídas com o Barcelona e o espanhol, que deverá chegar por empréstimo, já esteve ontem no Porto. Mas também o médio-ofensivo argelino Brahimi poderá chegar nos próximos dias à "Invicta".

A confirmação da saída de Markovic foi a informação que chegou mais cedo à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). O Benfica perde, depois de apenas um ano de ligação, um dos seus talentos ofensivos mais significativos, mas garante um encaixe financeiro importante. O clube inglês pagará 12,5 milhões de euros pelos 50% do passe que o campeão português detinha. As "águias" vão receber o dobro do valor que tinham investido no internacional sérvio, pois há um ano tinham comprado metade do seu passe, ao Partizan Belgrado, por 6,25 milhões de euros.

O jogador de 20 anos realçou o papel do clube lisboeta no seu crescimento. "Se não fosse o Benfica, provavelmente não estaria aqui. Esta é a minha oportunidade para dizer obrigado aos jogadores, ao presidente e a todos envolvidos no clube", referiu, ao site do Liverpool, Markovic, que se mostrou entusiasmado por ir jogar em Inglaterra, no "melhor campeonato do mundo".

O avançado internacional sérvio, o primeiro jogador a trocar o Benfica pelo Liverpool, realizou 49 jogos e marcou sete golos pelo conjunto "encarnado", que ajudou a ganhar três títulos (campeonato, Taça de Portugal e Taça da Liga). Depois de Garay, Siqueira, Oblak e, provavelmente, Rodrigo, Jorge Jesus ficou sem outra peça importante. Do lado do FC Porto, também está prestes a tornar-se realidade a saída oficial de Mangala, um dos seus atletas mais importantes nas últimas épocas. O seu substituto será Martins Indi, um reforço de peso, com estatuto de titular numa das melhores selecções da actualidade.

Indi é o 5.º defesa mais caro na história portista, depois de Danilo (13 milhões), Alex Sandro (9,6), Reyes (7) e Otamendi (8). O jogador do Feyenoord, que também possui nacionalidade lusa, participou em seis dos sete jogos da Holanda no Mundial, cinco deles como titular. O futebolista assinou um contrato de quatro temporadas, com uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros.

"Sinto que é a altura certa para sair. Agora tenho mais de 100 jogos pelo clube e uma participação num Mundial", disse, ao site do Feyenoord, o atleta que nasceu em Portugal, no Barreiro, mas mudou-se com a família para a Holanda quando ainda era bebé. O holandês, de 1,86m, pode jogar a central ou lateral-esquerdo e é o segundo reforço mais caro dos "dragões" neste Verão, sendo apenas superado por Adrián López (11 milhões).