Punk: culturas musicais urbanas em debate no Porto

Casa da Música, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Matéria Prima ou Plano B são apenas alguns dos locais que, entre 8 e 16 de Julho, vão receber conferências e outras actividades sobre culturas musicais urbanas

A cidade do Porto prepara-se para se debruçar sobre o tema das culturas urbanas. Sobretudo, das culturas musicais urbanas. Entre 8 e 11 de Julho, o grupo organizador do evento, Keep It Simple Make It Fast (KISMIF), vai virar as atenções para quatro locais: a Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), a Casa da Música, a Matéria Prima e o Plano B.

Nestes sítios vão decorrer um congresso — com alguns dos principais investigadores nas culturas juvenis e criações artísticas contemporâneas —, exposições, exibição de documentários e apresentação, pelos participantes, de trabalhos sobre a temática em causa. Além disso, e para animar o público aderente à iniciativa, o KISMIF tem reservada muita música, com DJ sets incluídos.

Para os dias 14, 15 e 16 de Julho está preparado o seminário "Another Music in a Different Room". Um dos objetivos do evento é, segundo a organização, explorar "o conceito da cena musical contemporânea, compreendendo as suas dinâmicas e os desafios das transformações dos contextos sociais, históricos e geográficos". Para ajudar a concretizar este propósito, o seminário vai recorrer à projecção de documentários e discussão dos mesmos com realizadores.

Estão também previstas visitas a galerias de arte e bares, a fim de envolver os participantes no habitat original das culturas urbanas em discussão. Ilustradores, designers, realizadores e músicos, entre outros oradores, vão ajudar a explicar o poder destas influências. No dia 15 de Julho, por exemplo, a artista Capicua vai estar, a partir das 20h, na galeria Dama Aflita, a falar sobre "Rap, texto, contexto e ação". Os horários desta e de outras actividades podem ser consultados aqui, enquanto as informações sobre inscrições podem ser encontradas aqui.