Actualmente, o metro do Porto só funciona até à 1h Paulo Pimenta
Foto
Actualmente, o metro do Porto só funciona até à 1h Paulo Pimenta

Vamos ter Metro do Porto a circular toda a noite nos fins-de-semana de Verão?

Data de início da medida e linhas abrangidas ainda não estão definidas

A Câmara Municipal do Porto e a Metro do Porto estão, desde Abril, a estudar a hipótese de o metropolitano portuense não parar durante a noite nos dias de maior afluência ao centro da cidade.

Ao que tudo indica, e segundo informações adiantadas pelo "Jornal de Notícias", o serviço entrará em vigor esta Verão e nas noites de sexta-feira, sábado e domingo os carris não terão descanso durante a noite.

Este projecto-piloto, que tem sido alvo de negociações entre o Metro e a Câmara Municipal, vai tornar o Porto na primeira cidade portuguesa a oferecer um serviço nocturno regular de metro.

A primeira fase de implementação desta medida vai ser de teste e a data de início da circulação nocturna do metro estará para breve. Ainda assim, ao que o PÚBLICO apurou, ainda não existe uma decisão definitiva sobre o início da iniciativa nem as linhas que serão abrangidas.

O "Jornal de Notícias" avança que o metro circulará sem pausas nas linhas Amarela, com viagens entre o Hospital São João e a estação de Santo Ovídio, e Azul, entre o Estádio do Dragão e a Senhora da Hora. A concretizar-se a circulação nestas duas linhas, as restantes, essencialmente suburbanas, não serão abrangidas o que significa que uma parte da população que aflui ao centro não poderá usufruir desta nova modalidade de serviços.

Além da câmara do Porto e do Metro, também a Sociedade de Transportes Colectivos do Porto tem acompanhado o processo pois é o único serviço rodoviário a operar de madrugada, sendo possível que a oferta receba algumas alterações podendo mesmo vir a ser reforçada.

Actualmente, o metro termina à 1h e recomeça a circulação às 6h. Aumentar o horário de circulação do metro foi uma das medidas eleitorais de Rui Moreira que, na sua página de Facebook, explicou que esta medida tem como objectivo “melhorar a acessibilidade, retirar carros da Baixa, dar mais sossego aos moradores e aumentar a segurança rodoviária”, acrescentando que “a polícia precisaria de fazer menos operações stop e dedicar-se mais ao patrulhamento”. A Metro do Porto promete informações mais concretas sobre a medida para breve.

Texto editado por Ana Fernandes

Sugerir correcção