Joana Pires Lopes vence prémio de literatura infantil de maior valor em Portugal

Prémio vale 50 mil euros e o livro distinguido será editado pela Alêtheia em Novembro.

Foto

Joana Pires Lopes, de 30 anos, professora, venceu a primeira edição do Prémio de Literatura Infantil com o texto inédito De onde vêm as bruxas?, anunciou a organização. O prémio, criado pela empresa Pingo Doce em parceria com a Alêtheia Editores, tem o valor monetário de 50 mil euros e é atribuído em duas fases: a primeira, que distingue um texto inédito, e a segunda, que reconhece a melhor ilustração para a obra premiada.

Joana Pires Lopes, professora na Escola Profissional da Sertã, conquistou o prémio na vertente texto, no valor de 25 mil euros. A organização abre agora concurso para a atribuição do prémio de melhor ilustração, e o livro De onde vêm as bruxas? sairá em Novembro.

O júri que escolheu a obra de Joana Pires Lopes foi presidido por Zita Seabra, editora da Alêtheia Editores, e contou ainda com Eduardo Sá, Isabel Stilwell, Isabel Zambujal e Sara Miranda.

Em nota de imprensa, o júri justifica que procurava "uma história que tivesse o raro condão de conseguir associar a escrita terna e doce ao humor e que, em simultâneo, se evidenciasse pela originalidade", elogiando a "musicalidade que sobressai do ritmo do texto" da vencedora.

A organização acolheu mais de 1.500 candidaturas ao prémio literário.

O concurso na vertente ilustração termina a 31 de Julho e o júri integra André Letria, Pedro Sousa Pereira, Zita Seabra, Inês Moura Paes e Sara Miranda.

O Prémio Literatura Infantil é considerado o de maior valor monetário criado em Portugal especificamente para a literatura para a infância.