Na MyAuto, o cliente paga um valor para ocupar o espaço, por hora DR
Foto
Na MyAuto, o cliente paga um valor para ocupar o espaço, por hora DR

MyAuto: nesta oficina podes arranjar o teu carro

José Martins e Fernando Cabrera criaram uma oficina “self-service”, pioneira em Portugal, onde os clientes podem reparar os próprios carros, motos e bicicletas, em Lisboa

Na oficina automóvel que dois amigos de Lisboa abriram há cerca de seis meses, os clientes são convidados a fazer as reparações nos próprios veículos. José Martins e Fernando Cabrera, ambos de 38 anos, pensaram a MyAuto para clientes entusiastas de mecânica e jovens que querem poupar neste tipo de despesas. Mudar o óleo é das pequenas intervenções mais comuns.

A MyAuto é uma oficina que funciona em regime “self-service”: o cliente paga um valor para ocupar o espaço, por hora, e tem direito a utilizar as ferramentas e o elevador. Além disso, há ainda uma equipa de mecânicos para serviços mais complicados — ou clientes menos conhecedores — e uma modalidade de acompanhamento, a “Faça com ajuda”.

Fernando e João sempre se interessaram por mecânica e, há cerca de três anos, sentiram falta de um espaço no qual pudessem usar um elevador. Daí nasceu a ideia de abrirem uma oficina com um conceito inovador em Portugal, conta João ao P3. Investiram cerca de 100 mil euros e abriram o negócio na avenida Infante D. Henrique, em Lisboa.

PÚBLICO -
Foto
Esta oficina fica na avenida Infante D. Henrique, em Lisboa DR

Os clientes podem levar peças ou produtos comprados noutra loja ou oficina, bem como ferramentas, caso tenham. Os preços de utilização da MyAuto começam nos 15 euros, já com IVA e à hora, para um carro (com elevador chega aos 20 euros). Para motos são 7,5 euros, bem como para a montagem de bicicletas, por exemplo.

No caso de ser preciso acompanhamento por parte de um mecânico, ao valor final acrescem cinco euros. “É uma espécie de aula de mecânica particular”, explica José, que aponta serviços como “troca de discos ou pastilhas” como alguns dos mais pedidos.

O utilizador médio da MyAuto tem entre 20 e 55 anos, diz o também gestor de projectos e de marking: “são pessoas que gostam de automóveis, que querem poupar por estarem no início da vida ou, então, que têm um carro clássico ao qual fazer a revisão.”

Apesar da componente “self-service”, esta oficina também disponibiliza serviços de mecânica tradicional. “As pessoas acabam por gostar da nossa transparência, do facto de poderem trazer as suas peças, e valorizam”, justifica João.

A MyAuto está aberta de segunda-feira a sábado; domingos só sob marcação.