Rúben Amorim acredita que Ronaldo estará "em boas condições" durante o Mundial

Importância do avançado para os restantes jogadores da seleccção foi sublinhada pelo médio do Benfica. Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão juntaram-se ao estágio em Óbidos.

Ruben Amorim poderá fazer o primeiro jogo pelo Braga
Foto
Ruben Amorim poderá fazer o primeiro jogo pelo Braga Foto: AFP (arquivo).

O médio Rúben Amorim acredita que Cristiano Ronaldo estará "em boas condições físicas" no Mundial 2014, advertindo que o avançado, designado melhor futebolista do Mundo no ano passado, é "muito importante" para a selecção portuguesa.

Rúben Amorim desvalorizou também o "problemazinho" no adutor direito que o impediu de se treinar com os restantes convocados desde segunda-feira, tal como fez relativamente às recentes lesões do avançado Real Madrid, que se juntou nesta quinta-feira ao estágio da equipa lusa, em conjunto com os colegas no Real Madrid, Pepe e Fábio Coentrão.

"Não estou preocupado, porque se houver algum problema será resolvido. Tenho a certeza que vai estar apto para o Mundial, tal como Pepe, de quem não se fala tanto e é um jogador importantíssimo para nós", observou o médio do Benfica, em conferência de imprensa realizada no hotel onde está instalada a comitiva lusa, na Praia d'El Rey, Óbidos.

Para Rúben Amorim, a importância de Cristiano Ronaldo não se resume aos golos que concretiza e que fazem do avançado o melhor marcador da história da selecção nacional, com 49 golos, pois, ao fazer recair sobre si os holofotes, "liberta os outros jogadores da pressão da imprensa".

Os três jogadores do Real Madrid juntaram-se apenas nesta quinta-feira ao estágio, por terem participado no sábado na vitória do clube espanhol na final da Liga dos Campeões, sobre o Atlético de Madrid, por 4-1, com Cristiano Ronaldo a fechar a contagem no prolongamento do jogo realizado no Estádio da Luz, em Lisboa.

Rúben Amorim explicou que não está propriamente lesionado e que o estágio de preparação para a fase final da prova, que se vai realizar no Brasil, serve "para recuperar todos os jogadores", assinalando que "tudo é pensado ao pormenor", inclusive, as autorizações de dispensa.

"Passamos o ano inteiro em estágios. O físico é importante, mas a cabeça também e estar com a família liberta-nos da pressão que tivemos durante todo o ano e que vamos ter durante o Campeonato do Mundo", notou.

No Campeonato do Mundo de 2010, realizado na África do Sul, Rúben Amorim foi chamado à última hora para substituir o lesionado Nani, mas a sensação de estar no lote inicial de convocados é muito melhor, pois "ninguém merece lesionar-se às portas do Mundial", assinalando que o espírito de grupo no seio da equipa nacional "é muito forte".

"Não acredito que nenhum dos jogadores que não foram convocados esteja a torcer contra nós ou espere maus resultados, por isso é normal que Ricardo [Quaresma] tenha ido ao hotel", defendeu o médio, comentando a visita do avançado do FC Porto, que esteve no lote de 30 pré-seleccionados, ao hotel onde a comitiva da selecção ficou instalada na semana passada, no Estoril.

Apesar de ter lembrado que, tradicionalmente, nas fases finais de grandes provas internacionais, "a maioria das equipas crescem com o decorrer da prova", Rúben Amorim alertou para importância de uma boa entrada na fase final, no jogo frente à Alemanha, uma das principais favoritas à conquista do título mundial.

"Por agora, temos de nos focar apenas na Alemanha, porque é o primeiro adversário. Não precisa de apresentações. É uma equipa muito forte, física, técnica e tacticamente e tem a grande vantagem de ter vários jogadores do mesmo clube, pois torna-se mais fácil trabalhar assim uma selecção", sustentou.

Para já, as atenções estão voltadas para o jogo particular de sábado com a Grécia, treinada por Fernando Santos, no Jamor, "um estádio mítico", do qual guarda "boas recordações esta época", em referência à conquista da Taça de Portugal, ao serviço do Benfica, há cerca de duas semanas.

Portugal integra o grupo G do Mundial 2014, em conjunto com a Alemanha, frente à qual se vai estrear, a 16 de junho, em Salvador, os Estados Unidos, que defrontará a 22, em Manaus, e o Gana, último adversário na primeira fase de prova, a 26, em Brasília.

Sugerir correcção