Dupla de designers portugueses R2 distinguida com os European Design Awards

Estúdio sediado no Porto já tinha sido premiado nos European Design Awards em 2011 e 2012.

Artur Rebelo e Lizá Ramalho fundaram o estúdio R2 em 1995
Foto
Artur Rebelo e Lizá Ramalho fundaram o estúdio R2 em 1995 DR

A dupla de designers portugueses R2, composta por Lizá Ramalho e Artur Rebelo, foi distinguida este fim-de-semana, na Alemanha, como a Agência Europeia de Design 2014 no âmbito dos European Design Awards (ED-Awards).

De acordo com a informação prestada à agência Lusa pelo estúdio especializado em design de comunicação visual, fundado pela dupla portuguesa, no Porto, em 1995, o prémio seria entregue este sábado à noite pela Agência Europeia de Design na cerimónia de entrega dos galardões deste ano, em Colónia, na Alemanha.

Além de receber o prémio principal, o estúdio R2 foi ainda distinguido com dois Gold Awards pelo Jornal dos Arquitectos, na categoria de melhor revista, e pelo logótipo desenvolvido para a produtora Um Segundo Filmes.

Na categoria dos livros, o projecto desenvolvido no âmbito da programação da Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura, Collecting Collections and Concepts, foi também premiado com um Silver Award.

Em 2011, os R2 foram distinguidos nos ED-Awards com o projecto desenvolvido para a Casa do Conto, uma composição tipográfica de baixo-relevo em betão instalada num hotel no Porto.

Também em 2012, foram premiados na categoria de design de exposição com o projecto expositivo Eduardo Souto de Moura Concursos 1979-2010, apresentado na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto.

Criados em 2006, os European Design Awards são uma organização que distingue anualmente o melhor do design gráfico, ilustração e design digital.

Lizá Ramalho e Artur Rebelo são professores do curso de Design e Multimédia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. Como estúdio de design, têm criado projectos para clientes nacionais e estrangeiros, como o Museu Colecção Berardo, o Museu de Serralves, a Casa da Música, a Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa e Paris), Eduardo Souto de Moura e a Esquire Magazine (Estados Unidos).