Sócrates foi dar um abraço a Soares enquanto Seguro descia o Chiado

Depois do almoço da Trindade, o ex-primeiro-ministro foi à Fundação Mário Soares para dar o sinal de que o fundador do PS não está sozinho. E até tiraram uma fotografia.

Sócrates foi dar um abraço a Soares (foto de arquivo)
Foto
Sócrates foi dar um abraço a Soares (foto de arquivo) Nuno Ferreira Santos

José Sócrates foi ao almoço da Trindade, mas não quis descer o Chiado ao lado de Assis e Seguro. Em vez disso, foi à Fundação Mário Soares dar um abraço ao fundador do PS, para mostrar que este, que se recusou a participar no desfecho da campanha socialista, não está sozinho.

O encontro foi revelado no Facebook por um dos socialistas próximos de Sócrates, André Figueiredo, que publicou uma fotografia com os dois ex-líderes do PS, ele próprio e o ex-secretário de Estado Paulo Campos.

"Maior satisfação não há que uma boa conversa de final de tarde com o fundador do nosso partido, o dr. Mário Soares", escreveu André Figueiredo na parte privada do seu Facebook, mas que se tornou pública rapidamente.

O PÚBLICO confirmou o encontro junto de José Sócrates, que no entanto não quis fazer qualquer comentário sobre o assunto, assim como junto do gabinete da Fundação. Mas subjacente à iniciativa estará a ideia de mostrar que Mário Soares não está sozinho. 

Ao contrário de José Sócrates, Mário Soares recusou o convite para se juntar à actual liderança do PS no almoço na Trindade. Mas nenhum dos dois fez a tradicional descida do Chiado com Seguro e o cabeça de lista às europeias, Francisco Assis.

Mas curiosamente, após a descida do Chiado, surgiu Maria Barroso, mulher de Mário Soares, no final da rua do Carmo. A caravana já desmobilizava quando a mulher do ex-Presidentre da República compareceu na última arruada do PS antes das eleições.“Vim aqui à baixa, vi que estava o Seguro e o Assis e, portanto, quis cumprimentá-los e desejar-lhes felicidades”, explicou Maria Barroso.

Seguro quis destacar o “gesto de grande importância política” que era a presença da mulher do fundador do PS, que há dias recusou o convite para se juntar aos socialistas no tradicional almoço.

E para melhor o fazer, pouco depois da notícia do encontro Soares-Sócrates ser conhecida, o próprio líder do PS colocou a sua fotografia com Maria Barroso na sua página do Facebook. "Maria de Jesus Barrosos quis fazer uma surpresa e juntou-se a nós na tradicional descida do Chiado", escreve Seguro no seu post. E continua: "Maria de Jesus Barroso é uma distinta socialista, fundadora do PS, e além disso é uma amiga muito querida, uma amiga sempre presente. É um gesto de grande importância política, mas para mim é sobretudo um gesto de grande significado pessoal".

Sugerir correcção