Câmara do Mogadouro investe um milhão para ligar IC5 à zona industrial

A autarquia prevê que o novo acesso ajude a fixação de empresas.

A Câmara de Mogadouro anunciou nesta sexta-feira um investimento de um milhão de euros na construção de uma variante que ligará a zona industrial ao nó do IC5, permitindo assim retirar o trânsito de veículos pesados da sede do concelho. A construção terá cerca de dois quilómetros de extensão. A IC5 ficará ligada a Estrada Nacional 219 que serve acesso de acesso a Bragança, por Vimioso, e à auto-estrada transmontana.

Evaristo Neves, vice-presidente da autarquia, explicou à Lusa que a obra “era esperada pelos empresários locais, com cerca de dois quilómetros de extensão, que vai ter perfil de via rápida em parte do seu traçado, com ligações à malha urbana da vila e à EN 219”.

O membro do executivo autárquico crê que a centralidade do município no eixo Madrid/Porto, permitirá a instalação de empresas transfronteiriças pois a variante permite que o tráfego de pesados de mercadorias seja escoado para os acessos às fronteiras de Miranda do Douro, Bemposta e Três Marras (via Vimioso).

O troço construído permitirá um novo acesso à zona industrial do Mogadouro que, recentemente, foi alvo de uma ampliação depois da autarquia ter lançado um concurso público que ronda os 1,4 milhões de euros e é comparticipado, em 85%, por fundos comunitários.

Com este investimento, a terceira fase de ampliação da zona industrial, vão ser criados mais 43 lotes, que se juntam aos 67 existentes e que albergam empresas de vários sectores de actividade. 

Sugerir correcção