Real Combo Lisbonense meets Carmen Miranda

Foto

Disco em Setembro, concerto já a 21 de Junho, em Lisboa

A 21 de Junho, no Anfiteatro Ao Ar Livre da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, haverá um concerto de apresentação integrado no festival Próximo Futuro. Em Setembro será lançado o álbum. E a partir do Outono prosseguem os espectáculos.

De que falamos? Do Real Combo Lisbonense e do seu novo álbum (que é também um novo espectáculo), à volta da vida e da obra de Carmen Miranda, a cantora nascida em Marco de Canaveses que foi para o Rio de Janeiro, cresceu brasileira e nunca mais voltou à terra que a viu nascer, apesar de nunca ter desistido do passaporte português. Quase 60 anos depois da sua morte, o legado de Carmen Miranda continua ausente da música feita em Portugal e é essa lacuna que o projecto fundado pelos irmãos João Paulo e Mário Feliciano para recuperar o espírito das antigas orquestras numa perspectiva actual, pretende colmatar. 

O álbum terá edição da Pataca Discos e o espectáculo atravessará quase três décadas da história musical de Miranda, através de um repertório de sambas, marchinhas e outros ritmos tropicais, na recriação dos quais irão participar cantoras como Ana Brandão, Joana e Margarida Campelo e músicos como Bruno Pernadas, David Santos, Ian Mucznik, João Pinheiro, Rui Alves, Sérgio Costa e Tomás Pimentel, para além dos irmãos Feliciano.