Sete “sardinhas” venceram concurso de criatividade das Festas de Lisboa

Imagens seleccionadas vão andar espalhadas pela cidade durante as Festas, no mês de Junho.

Fotogaleria
Sardinhas são o ícone das festas de Santo António em Lisboa desde 2003 DR
Fotogaleria
"Há Festa Aqui": sardinha com várias pessoas, um pássaro e um gato em ambiente de festa Jaime Ferras
Fotogaleria
"Sardinha Pézinho de Dança": imagem lembra os bailaricos das Festas de Santo António Ana F. Borges
Fotogaleria
"Sardinha Pasta de Dentes": uma brincadeira para representar o sabor que estará na boca de toda a gente durante a festa Roger Hespanhol
Fotogaleria
"Sardine Orchestra": uma orquestra de sardinhas a tocar a sua própria marcha fúnebre Chaochato
Fotogaleria
"Sardinha Quiosque": os quiosques são um clássico da paisagem de Lisboa e têm uma inesperada semelhança com sardinhas Alberto Faria
Fotogaleria
"Como Chouriço no Caldo Verde": se há iguaria que se come durante as festas todos os anos, é o caldo verde Sara Infante

Há uma sardinha em forma de quiosque, outra em forma de pézinho de dança, outra que parece uma pasta de dentes, e até há sardinhas de caldo verde com chouriço. Nas Festas de Lisboa há sardinhas para todos os gostos, mas apenas sete venceram o concurso de criatividade lançado pela EGEAC (Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural).

Quase cinco mil pessoas participaram na 4ª edição do concurso Sardinhas Festas de Lisboa, um número que superou o do ano passado, quando participaram 3207 pessoas. Também o número de propostas aumentou: em 2013, o júri analisou 6446 propostas de sardinhas, e nesta edição recebeu 8258. Destas, 1500 são de concorrentes de países estrangeiros, como Itália (301), Brasil (289), Grécia (215) e Espanha (169). Até da China chegaram 13 sardinhas.

As sete propostas vencedoras – seis apresentadas por portugueses e uma por um mexicano – vão andar espalhadas pela cidade durante o mês de Junho, como imagem de campanha das Festas de Lisboa. Além disso, cada vencedor receberá um prémio no valor de dois mil euros.

“As propostas foram apresentadas nas mais variadas técnicas e materiais por pessoas com idades compreendidas entre 1 e 85 anos que participaram de forma individual ou colectiva, através de escolas, instituições ou outras organizações”, explica a EGEAC em comunicado. A empresa está ainda a seleccionar outras sardinhas que ficarão expostas no espaço da Fundação Millenium BCP.