Câmara do Funchal aplica programa de poupança energético no concelho

O município do Funchal refere que em breve serão adoptadas outras medidas nesta área, apostando, designadamente, na temporização de funcionamento em alguns equipamentos de iluminação.

A Câmara do Funchal promove a partir desta segunda-feira, a primeira fase do programa de poupança energético do concelho, que visa evitar a emissão de mais de 18 toneladas de gases com efeito de estufa, informou a autarquia.

O programa é desenvolvido em parceria com a Empresa de Electricidade da Madeira (EEM), a Agência Regional da Energia e Ambiente da Região Autónoma da Madeira (AREAM) e com a Iluminação Pública da Madeira - Associação de Municípios.

Segundo a mesma nota informativa, "as acções de poupança energética na iluminação pública que serão implementadas nesta primeira fase irão permitir uma poupança estimada em 5.500 euros por ano (3.500 kilowatts de electricidade), evitando a emissão de mais de 18 toneladas de dióxido de carbono, o principal gás com efeito de estufa que está a provocar alterações climáticas a nível global".

Para o efeito, serão desactivados equipamentos de iluminação pública sem utilidade prática, como os que estão em espaços sem frequentadores ou residentes.

Em causa estão também equipamentos que representam excesso de iluminação, como projectores de iluminação estética encastrados no solo no interior dos canteiros na parte central da Avenida do Amparo, no troço final do Caminho da Ribeira Grande, na vereda de São Martinho no Caminho da Ribeira dos Socorridos (sem casas habitadas) e num loteamento sem habitações em Poços de Água no Caminho do Areeiro, no Jardim Municipal de São Martinho (por estar encerrado à noite), bem como os três braços de iluminação pública no Caminho dos Pretos e ainda outros quatro na Rua da Boa Esperança no Palheiro Ferreiro.

O município do Funchal refere que em breve serão adoptadas outras medidas nesta área, apostando, designadamente, na temporização de funcionamento em alguns equipamentos de iluminação.