Furto de cobre em barragem no Alandroal impede rega de culturas

Foto

A Estação Elevatória da barragem do Lucefécit, no concelho de Alandroal (Évora), está a partir deste domingo, impedida de fornecer água aos associados, na sequência de um furto de cobre de um dos postos de transformação

Fonte da GNR disse à agência Lusa que os assaltantes “arrombaram” esta madrugada uma porta em ferro da Estação Elevatória daquela barragem e furtaram o cobre de um posto de transformação, desconhecendo-se, para já, o valor dos prejuízos.

“É um incómodo porque estamos numa altura de campanha. Queremos resolver isto com rapidez para que os agricultores desenvolvam o seu trabalho”, disse Gonçalo Morais Tristão, da Associação de Beneficiários do Lucefécit (ABL), em declarações à Lusa.

De acordo com o responsável, nesta altura a estação está “impedida” de fornecer água aos agricultores associados para executarem as respectivas regas nas suas culturas, mas esperam ver a situação resolvida “dentro de dias”.

“Estes são o prejuízo enormes para nós e para os assaltantes o furto vai render 200 a 300 euros”, lamentou.

De acordo com a GNR "não há suspeitos identificados” nesta altura, estando a decorrer as investigações.