Empresa que vende clássicos portugueses a estrangeiros organiza passeios literários

Os passeios terão a duração de 2h30 e serão feitos em inglês. Começam todas as sextas-feiras às 15h no Largo de Camões.

Foto

Tell a Story, uma livraria móvel de origem e conteúdos originais portugueses, lançou o seu negócio há quase um ano vendendo, pela cidade, livros de escritores nacionais traduzidos para inglês a estrangeiros. Agora inicia uma nova experiência: misturando história e literatura, organiza passeios por Lisboa seguindo as pisadas e os olhares dos grandes escritores nacionais.

Os passeios a pé, organizados todas as semanas, começam já no próximo dia 17 de Abril e irão até ao final de Julho, quando se celebra o aniversário da Tell a Story. Têm como objectivo mostrar Lisboa através dos olhos de escritores portugueses emblemáticos, como Saramago, Camões e Eça de Queirós, todas as sextas-feiras. Há também um passeio dedicado exclusivamente a Pessoa e seus heterónimos, às quintas, indo do Largo de São Carlos até ao Cais do Sodré, explicando o impacto da cidade na vida do poeta.

“Lisboa é uma cidade literária, com referências nas ruas, estátuas e vários lugares”, refere Teresa Jorge Ferreira, da Tell a Story. “Faltava só uma oportunidade para mostrar a cidade dessa perspectiva.” Refere ainda que a iniciativa é uma maneira de os turistas levarem a literatura portuguesa para o país de origem “Queremos que haja uma aproximação à literatura portuguesa por parte de pessoas que não falam português e dar a conhecer a cidade de uma maneira literária”, adianta.

Os passeios pela cidade incluem também leituras das obras dos escritores e uma explicação e história da Literatura Portuguesa.

Esta maneira original de explorar Lisboa só estará, por enquanto, disponível em inglês mas não é preciso marcação. Os passeios terão a duração de 2h30 e têm início, todas as sextas-feiras, às 15h na Praça Luís de Camões (junto à estátua de Luís de Camões). O preço é de 12 euros por pessoa (crianças com menos de 14 anos não pagam quando acompanhadas pelos pais)