Eures/Flickr
Foto
Eures/Flickr

Há 137 vagas para a função pública europeia em Bruxelas

Candidatos podem ser recém-licenciados ou estar a acabar o curso. Salários rondam os 4300 euros. Inscrições até 15 de Abril

O Serviço Europeu de Selecção de Pessoal (EPSO) lançou um concurso geral para administradores que queiram seguir uma carreira na função pública europeia. As candidaturas podem ser feitas online e estão abertas até 15 de Abril.

Os candidatos devem ser nacionais de um estado-membro da União Europeia (UE), licenciados ou a frequentar o último ano da licenciatura (desde que tenham o certificado do curso até ao final do mês de Julho), dominar uma das línguas oficiais da UE (inglês, francês ou alemão) e ter conhecimentos satisfatórios de outra.

  

Para se candidatar a este trabalho não é preciso ter experiência profissional, no entanto, os administradores contratados devem demonstrar potencialidades para evolução na carreira. O salário mínimo indicativo é de 4.349,59 euros. Uma das etapas para garantir o acesso é a realização de testes a nível de raciocínio verbal, numérico e abstracto, a nível situacional e ao nível das línguas.

Os candidatos recrutados para as instituições europeias vão desempenhar três funções principais: formulação de políticas, execução operacional e gestão dos recursos. As tarefas podem variar, mas, no geral, prestar apoio à execução das missões propostas pela instituição, produzir e acompanhar planos de acção são exemplos das tarefas a desempenhar.