Cloak, a aplicação que ajuda a ser anti-social

App reúne informação anteriormente disponibilizada sobre locais onde esteve a pessoa que não queremos encontrar.

Foto
Cloak

Chama-se Cloak e garante os desencontros. Ao contrário das redes sociais e aplicações que promovem o contacto, a Cloak promete que não se irá cruzar com aqueles “amigos”, antigos namorados ou colegas de trabalho. Para isso lança um alerta sempre que a pessoa indesejada está próxima.

“Pensem nisto como uma rede anti-social”. É assim que a Cloak se promove. Através de dados públicos de localização reunidos a partir de redes sociais, do Foursquare, que indica a posição geográfica do utilizador, ou do Instagram, quando se coloca uma tag na fotografia partilhada, a aplicação determina os locais por onde passaram as pessoas que conhece e que pretende evitar, segundo as suas últimas entradas. Com base nestes dados, a app pode lançar um alerta de que uma determinada pessoa aproxima-se do local onde estamos. A Cloak está disponível através da Apple Store.

E porquê criar uma app como a Cloak? Chris Baker, o antigo director criativo do site Buzzfeed e um dos criadores da app, explicou ao The Washington Post que este serviço parece ser o caminho que as redes sociais estão a tomar. “Pessoalmente, penso que vimos o topo da grande rede social. Coisas como o Twitter e Facebook são elevadores lotados onde estamos todos… Penso que as coisas anti-sociais estão a crescer. Vamos ver cada vez mais tipos de projectos como este”, defendeu Baker.

Baker assinou projectos como o Rather, um sistema que permite que livrarmo-nos do que não gostamos no Twitter ou Facebook. Através da instalação do Rather, escolhemos um tema ou palavra que representem o que detestamos e o que queremos que o substitua. Em seguida, sempre que surgir algo associado ao que excluímos é trocado pela palavra ou imagem que gostamos.

O Rather veio substituir o Unbaby.me, onde as fotografias de bebés publicadas por amigos no Facebook eram trocadas por imagens que gostamos na nossa cronologia

Um dos próximos projectos de Baker, como contou ao jornal norte-americano, chama-se Hate with Friends, qualquer coisa como Ódio com Amigos. O utilizador pode ficar a saber se um amigo no Facebook não gosta de si e vice-versa. O site vai mesmo dar o alerta quando um “novo amigo” nos odeia. Para isso é necessário escolher o amigo que odiamos sem que este o saiba. Ele só saberá se também nos adicionar à lista de pessoas que detesta.

Sugerir correcção