Maduro propõe "comissão de alto nível" para dialogar com os EUA

Maduro quer conversar "a respeito da paz" com os norte-americanos
Foto
Maduro quer conversar "a respeito da paz" com os norte-americanos Tomas Bravo/Reuters

O Presidente da Venezuela vai proporá aos Estados Unidos a criação de uma "comissão de alto nível" para promover a paz e o respeito entre os países. A declaração de Nicolás Maduro, neste sábado, surge após vários dias de trocas de farpas diplomáticas.

"Vou propor que uma comissão de alto nível seja estabelecida para a paz e o respeito à soberania de nossos povos onde esteja um alto representante do governo dos Estados Unidos, [outro] do governo venezuelano e uma alta delegação da Unasul", disse.

Durante uma acção com militares na zona oeste de Caracas, Maduro informou ter designado o presidente da Assembleia Nacional e número dois da sua administração, Diosdado Cabello, para que inicie "contactos de alto nível" com Washington.

"[O objectivo é] sentarmos frente-a-frente e falarmos de igual para igual a respeito da paz", afirmou o Presidente venezuelano.

As tensões entre Caracas e Washington, que chamaram a casa os respectivos embaixadores em 2010, aumentaram nas últimas semanas, na sequência das manifestações que abalam a Venezuela há mais de um mês.

Desde 4 de Fevereiro, os protestos já provocaram 28 mortos e quase 400 feridos, tendo sido abertos 41 inquéritos por violação de direitos humanos. Todos os dias ocorrem protestos, bloqueios de ruas e confrontos entre forças de ordem e manifestantes radicais.

Os venezuelanos protestam contra a insegurança, a inflação anual de 56%, a escassez de produtos básicos, a repressão dos corpos policiais e a detenção de activistas.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações