Morreu o guitarrista Sidónio Pereira

Músico que acompanhou Fernando Maurício ou Deolinda Rodrigues estava internado desde a semana passada, após sofrer um acidente vascular cerebral.

Sidónio Pereira, à esquerda, durante as gravações do actuação para a Balcony TV
Foto
Sidónio Pereira, à esquerda, durante as gravações do actuação para a Balcony TV Balcony TV

O guitarrista Sidónio Pereira, de 57 anos, morreu quarta-feira no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde se encontrava internado desde a semana passada, vítima de um acidente vascular cerebral, disse à Lusa o músico Alexandre Cortez.

Sidónio Pereira dirigia actualmente o projeto "Residências Fadistas no Povo Lisboa", destinado a jovens fadistas, permitindo-lhes a sua primeira gravação em disco.

No passado dia 21 de fevereiro, o músico participou na apresentação do álbum Compilação de Fadistas do Povo, no Museu do Fado, em Lisboa.

Natural de Ademas, no concelho de Santiago do Cacém, umas suas referências era o seu conterrâneo António Chaínho. Autodidacta, começou a tocar guitarra portuguesa aos dez anos, mas, nas décadas de 1960 e 1970, participou em vários grupos de música rock e, na década de 1980, voltou a interessar-se pelo fado. Trabalhou no teatro de revista com Ivone Silva e Camilo de Oliveira.

Em palco acompanhou vários nomes, entre os quais Fernando Mauricio, Deolinda Rodrigues, Nuno da Câmara Pereira, Nuno de Aguiar, Maria Emília e Daniel Gouveia, estes três últimos numa recriação do auto fadista O Chico do Cachené, de Linhares Barbosa, no Teatro Ibérico, em Lisboa.

Data de 1994 o seu primeiro álbum a solo, Guitarra Portuguesa - Música do país de Fernando Pessoa, para uma discográfica da Bélgica, com produção de Timothy Hagelstein. Seguiram-se outros discos como o Atlanticidades, para a Expo'98.

Interessado nos cruzamentos musicais, com a Família Vargas criou o projeto Flamenfado, do qual foi produzido o álbum El Roce de las Almas.

Músico residente na Loja do Povo, em Lisboa, onde dirigia as residência fadistas, editou em 2012 o CD Narração Exacta-Sidónio Pereira, que foi apresentado no Mercado Internacional do Disco da Música e do Entretenimento (MIDEM'2012) e distinguido pela Balcony TV Global, de Nova Iorque, como Melhor Vídeo, com o tema Fadinho de Alcácer.

O corpo do guitarrista é esperado pelas 11:00 de quinta-feira na Igreja da Misericórdia, no Montijo, onde será velado, seguindo o funeral para o cemitério local pelas 16:00.