Samrang Pring/Reuters
Foto
Samrang Pring/Reuters

Indústrias criativas: a tua ideia pode valer 25 mil euros

Inscrições para o Prémio Nacional Indústrias Criativas estão abertas até 14 de Abril. Quem quiser pode optar por apresentar o seu projecto no âmbito do programa televisivo "The Next Big Idea"

Estão abertas as inscrições para a 6.ª edição do Prémio Nacional Indústrias Criativas Super Bock/Serralves (PNIC). Mais uma vez, a melhor ideia de negócio nesta área ganha 25 mil euros.

Podem candidatar-se ao PNIC todos os cidadãos maiores de 18 anos, de forma individual ou em grupo, assim como as pequenas e micro empresas em fase de expansão com sede em território português. As candidaturas estão abertas até 14 de Abril e têm de ser enquadradas numa de quatro categorias: Arquitectura e Artes Visuais, Música e Artes do Espectáculo, Conteúdos e Novos Media e Turismo e Património.

Este ano, o processo ganha novos contornos. Para além do tradicional registo no site, que se traduz na candidatura imediata ao prémio, quem quiser pode optar por levar a sua ideia ao "roadshow" que a organização está a promover, em parceria com o programa televisivo "The Next Big Idea", da SIC Notícias. Depois de uma inscrição prévia no site, os participantes terão de apresentar o projecto numa das quatro sessões desta digressão, que arranca a 18 de Março no Porto, passando depois por Guimarães, Aveiro e Lisboa. Levam para casa, pelo menos, uma cópia do vídeo da apresentação.

O grande vencedor será conhecido em Outubro. Para além de receber um prémio no valor de 25 mil euros, representa Portugal no Creative Business Cup, que distingue as melhores ideias no sector criativo a nível mundial. Em 2012, coube à Uniplaces o Prémio do Público. 

Em cinco edições, de acordo com um comunicado da organização, foram apoiados mais de 60 projectos que criaram 140 empregos. No ano passado, o vencedor foi o Musikki, tendo sido atribuída uma menção honrosa ao Story-Trail. Este prémio é uma iniciativa da Unicer e da Fundação de Serralves, em conjunto com uma rede de parceiros como a ADDICT, a Agência de Inovação, a ANJE, o BPI, a ESAD, a Fundação da Juventude, o IAPMEI, a Brand New Box, a Universidade Católica — Escola das Artes e a Universidade do Porto.