"12 Anos Escravo" vence Óscar para melhor filme

Foto

12 Anos Escravo, de Steve McQueen, ganhou o Óscar de melhor filme, batendo Golpada Americana e O Lobo de Wall Street, entre outros.

O filme, baseado na história verídica de um negro livre que no período pré-Guerra Civil norte-americana é raptado e forçado a trabalhar como escravo em plantações sulistas, era considerado o favorito.

Brad Pitt, um dos produtores do filme, que tem também um curto papel, introduziu o realizador, Steve McQueen, que dedicou o Óscar a "todas as pessoas que foram submetidas a escravatura". McQueen não se tornou no primeiro negro a receber um Óscar de melhor realização, como chegou a ser antecipado, porque quem ganhou a estatueta nessa categoria foi o mexicano Alfonso Cuáron, por Gravidade.

12 Anos Escravo também valeu Óscares à actriz secundária Lupita Nyong'o e ao argumentista John Ridley, mas o actor principal do filme, Chiwetel Ejiofor, viu a estatueta ser atribuída a Matthew McConaughey.