CP alarga Internet a bordo ao serviço Intercidades

Empresa vai investir 200 mil euros para equipar 56 veículos com wi-fi

Utentes reivindicam viagens Guimarães-Porto em 50 minutos
Foto
Intercidades que operam entre Guimarães, Porto e Lisboa serão os primeiros a ter wi-fi Hugo Delgado/arquivo

Navegar na Internet a bordo dos comboios da CP vai deixar de ser um exclusivo dos Alfas Pendulares. Até ao fim do ano a empresa prevê também instalar wi-fi nas carruagens dos Intercidades da linha do Norte, alargando esse serviço aos da Beira Alta, Alentejo e Algarve em 2015.

Desde Dezembro que já existe um protótipo instalado numa carruagem de 2ª classe de um Intercidades, que tem realizado diversos percursos para realização de testes. Segundo fonte oficial da CP, esses ensaios “têm decorrido com resultados de qualidade acima das expectativas, prevendo-se a generalização às restantes carruagens desta série em serviço na linha do Norte, ainda em 2014”.

A série em questão é a das carruagens Corail, afectas aos Intercidades, nas quais a transportadora pública prevê investir 200 mil euros para equipar os 56 veículos que habitualmente operam entre Guimarães, Porto e Lisboa.

Em 2015 a empresa espera alargar este serviço às carruagens que compõem a frota dos Intercidades da Beira Alta, Alentejo e Algarve.

Já a Beira Baixa está mais adiantada pois nesta linha os comboios rápidos têm Internet desde Novembro do ano passado.

A CP diz que as reclamações em relação ao serviço wi-fi nos Alfas são reduzidas e prendem-se normalmente com a falta de cobertura da rede móvel, mas que tem vindo a falar com o fornecedor Vodafone para tentar minimizar esse problema.

Actualmente, os pontos da linha do Norte onde é mais difícil aceder à rede são as zonas de Fátima e Albergaria e entre Pombal e Alfarelos. Na linha Lisboa-Faro é praticamente impossível telefonar em alguns pontos do Baixo Alentejo e na travessia da serra algarvia.

Segundo a CP, em breve os Alfa Pendulares vão também passar a dispôr de canais de televisão à escolha dos clientes.

A Fertagus, empresa privada que explora os comboios suburbanos entre Lisboa e Setúbal pela ponte 25 de Abril tem também a intenção de introduzir acesso livre à Internet para os seus clientes, mas trata-se de um projecto que está ainda a ser estudado. De momento, não é nos comboios, mas nas estações (Pragal e Coina) que existe wi-fi gratuito, devendo seguir-se as outras estações ferroviárias que lhe estão concessionadas (Corroios, Fornos e Fogueteiro).

A Rede de Expressos foi a empresa de transportes pioneira na prestação deste serviço aos seus clientes, tendo iniciado em 2011 a instalação de wi-fi a bordo dos seus autocarros. Actualmente os 180 veículos da sua frota têm acesso à Internet e, segundo fonte da empresa, só pontualmente, quando há algum desdobramento com autocarro de substituição, este poderá não estar equipado com wi-fi.

Outras empresas rodoviárias, como é o caso da Rodoviária do Tejo, oferecem também acesso gratuito aos seus clientes em alguns serviços regionais, ao contrário da CP que não prevê dotar os comboios regionais e suburbanos com Internet a bordo.