Entre 70 a 80% das mulheres que fizeram um aborto nunca o tinham feito

Referendo que despenalizou o aborto faz esta terça-feira sete anos

Em 2014, o número de abortos por opção da mulher foi o mais baixo desde a despenalização, em 2007.
Foto
Em 2014, o número de abortos por opção da mulher foi o mais baixo desde a despenalização, em 2007. Nelson Garrido

Uma clara maioria das mulheres que fizeram um aborto ao longo dos últimos sete anos nunca tinham feito uma intervenção semelhante. Em 2012, segundo os relatórios da Direcção-Geral de Saúde (DGS), das 18.408 mulheres que abortaram por opção, 73,9% nunca tinham realizado anteriormente uma interrupção de gravidez. Nos seis anos anteriores, a percentagem não varia muito, chegando a aproximar-se dos 80%.

O relatório da DGS relativo a 2012, mostra ainda que 20,4% das mulheres que abortaram nesse ano já tinham realizado uma interrupção de gravidez anterior, sem, contudo, especificar se o aborto anterior fora por razões médicas ou por opção. Apenas 1,5% das mulheres já tinham realizado três ou mais interrupções de gravidez ao longo da sua idade fértil.

Em 2011 a DGS registou 19.921 interrupções de gravidez por opção da mulher. Destas, 74,1% nunca tinham interrompido uma gravidez. Por outro lado, 20,4%, ou seja 4.061 mulheres, declararam que já tinham feito um aborto anteriormente. As mulheres que já tinham feito duas interrupções de gravidez eram apenas 4,18% do total.

Recuando a 2010, o cenário não varia muito. Dos 19.560 abortos até às dez semanas feitos nesse ano por opção da mulher, 75,5% referiam-se a mulheres que nunca tinham realizado anteriormente uma interrupção de gravidez. No mesmo período, 19,4% das mulheres já tinham realizado um aborto e 3,8% tinham realizado dois ao longo da sua vida fértil.

Em 2009, houve 19.222 abortos por opção da mulher, sendo que em 79,1% dos casos as mulheres não declararam nenhuma interrupção de gravidez anterior. A percentagem das mulheres que já tinha feito um aborto era de 16,9%, descendo para os 3,1% os caso de mulheres que declararam já ter feito dois abortos.

Em 2008, no segundo ano de vigência da lei n.º16/2007, de 17 de Abril, houve 18.014 abortos por opção da mulher, sendo que 80,3% nunca o tinham feito anteriormente. Já no período entre 15 de Julho e 31 de Dezembro de 2007, houve 6.107 abortos por opção da mulher, sendo que 79,2% das mulheres se encontravam pela primeira vez naquela situação, ou seja, nunca tinham feito um aborto.