Torne-se perito

Golpada Americana saiu fortalecido dos prémios Screen Actors Guild

O elenco de Golpada Americana e os actores Matthew McConaughey, Cate Blanchett e Lupita Nyong'o foram os grandes vencedores da cerimónia de entrega dos prémios do Sindicato dos Actores Americanos.

Fotogaleria
Bradley Cooper e elenco de Golpada Americana
Fotogaleria
Matthew McConaughey
Fotogaleria
Cate Blanchett
Fotogaleria
Lupita Nyong'o

Este sábado, o Sindicato dos Actores dos Estados Unidos (Screen Actors Guild) realizou no Shrine Exposition Center, em Los Angeles, a 20ª cerimónia de entrega dos prémios SAG.

Depois dos Globos de Ouro, entregues na semana passada, estes prémios são vistos como um dos principais termómetros para os Óscares, nas categorias de actores, já que boa parte dos membros do SAG tem direito a voto nos galardões que serão entregues a 2 de Março pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

Na entrega de sábado à noite, não houve grandes surpresas, a não ser na categoria de melhor actriz secundária, onde a jovem Lupita Nyong’o, pelo desempenho em 12 Anos Escravo, derrotou a grande favorita Jennifer Lawrence. “Ser reconhecida pelos meus colegas é a maior honra de todas, e quero agradecer-vos a todos”, disse a actriz, emocionada, no momento de discursar.  

Nas outras categorias, os resultados serviram para consolidar a posição de alguns favoritos aos Óscares. E o filme Golpada Americana surge cada vez mais fortalecido, em relação a 12 Anos Escravo e Gravidade, e levou o prémio de melhor elenco.

Bradley Cooper foi o porta-voz dos seus companheiros de elenco (Robert De Niro, Jennifer Lawrence, Amy Adams e Christian Bale) e agradeceu a distinção em nome deles, dedicando o prémio ao realizador e argumentista David O. Russell.

Como já havia sucedido nos Globos de Ouro, Cate Blanchett (por Blue Jasmine) venceu na categoria de melhor actriz, Matthew McConaughey (O Clube de Dallas), na de melhor actor, e Jared Leto (O Clube de Dallas) na de melhor actor secundário, o que faz deles os grandes favoritos aos Óscares.

O Life Achievement Award deste ano foi entregue à actriz Rita Moreno, vencedora de um Óscar e de um Globo de Ouro como melhor actriz secundária em West Side Story (1961). A actriz, que nasceu em Porto Rico e cresceu em Nova Iorque, recebeu o prémio especial das mãos do amigo de longa data Morgan Freedman.  

“Estou tão feliz! Aos 31 anos, ganhei um Óscar e pensava que ia parar por ali. E agora chega este prémio inesperado aos 82 anos; não posso acreditar”, afirmou, no discurso de agradecimento.

Nas séries de televisão, Breakind Bad levou o prémio de melhor elenco de série dramática e o de Modern Family em série cómica. Bryan Cranston (Breaking Bad), Maggie Smith (Downton Abbey), Ty Burrell (Modern Family) e Julia Louis-Dreyfus (Veep) também sairam vencedores. Nas categorias de telefilme ou mini-série, venceram Michael Douglas (Behind the Candelabra) e Helen Mirren (Phil Spector).

 
 
 

Sugerir correcção