neoFOFO
Foto
neoFOFO

#neoFOFO: a calçada portuguesa também veste tricot

Patrícia Simões e Tiago Custódio andam há semanas a fazer "calçada fofa" em Lisboa e Almancil. O objectivo é preencher falhas na calçada com cor e até alguns padrões

Passaram a andar com os olhos postos no chão, sempre à procura de falhas na calçada portuguesa. Quando as encontram, preenchem com quadradinhos de tricot coloridos que já são um projecto, o neoFOFO.

Patrícia Simões e Tiago Custódio são os responsáveis pelas diferenças cromáticas que algumas ruas de Lisboa — e também de Almancil, de onde o segundo é natural — apresentam desde Dezembro de 2013. E tudo começou com uma parede pintada de cinzento.

Na Estrada de Benfica, por onde Patrícia passa diariamente, uma parede foi pintada de cinzento, desaparecendo todas as “tags” e frases que lá se encontravam. “Lembrei-me de tricotar uns corações e colocar na parede”, explica, mas logo foi desafiada por Tiago, de 30 anos, para fazer o mesmo na calçada. Patrícia, 29 anos, tem formação em arquitectura mas trabalha na promoção da sua própria marca de cereais de pequeno-almoço, a doSEMENTE

PÚBLICO -
Foto
neoFOFO

Depois surgiram dúvidas práticas: como e quando aplicar o tricot, como escolher o local. Optaram por apenas preencher espaços vazios na calçada e carregam o “kit calçada fofa” para todo o lado, já depois de terem feito “todo o trabalho de casa”. “Cortamos quadrados de madeira de cinco por cinco centímetros, eu tricoto e colamos com cola de contacto na madeira. Com um prego, que martelamos, calcetamos directamente na terra e fazemos composições com várias cores”, descreve Patrícia em entrevista ao P3. Calcetam “sempre durante o dia” e depois afastam-se um pouco para verem as reacções das pessoas. “É super gratificante: as pessoas passam, voltam atrás, tocam com o pé e sorriem.”

PÚBLICO -
Foto
neoFOFO

O próximo passo deste projecto de arte urbana é “dificultar a vida aos ladrões de calçada fofa”, brinca Patrícia. Para isso, têm começado a assinar as intervenções com a "hashtag" #neofofo, para fazer a ligação com o Facebook e o Instagram. “É uma peça, está assinada, pode ser que pensem duas vezes antes de arrancarem.” Para a “colecção Inverno 2014”, Patrícia fala em padrões. “Por vezes temos a ideia em casa, mas não conseguimos concretizá-la.”

Quanto à petição que circula na Internet para manter a calçada portuguesa em Lisboa, Patrícia garante que foi "apenas coincidência" e que não está relacionada ao projecto neoFOFO. 

Sugerir correcção