Perguntas e respostas: O que é um traumatismo craniano severo?

O que é um traumatismo craniano severo?

É uma pancada na zona do crânio, independentemente da violência. Os traumatismos leves são frequentes e representam poucos riscos, mas os traumatismos graves provocam lesões cerebrais e requerem tratamento especializado. Parte das vítimas destes casos morre ou fica com sequelas.

Como se trata?

No caso de Schumacher, os médicos detectaram hematomas intracranianos que precisaram de intervenção cirúrgica. A tomografia revelou um edema cerebral difuso, factor de gravidade porque provoca hipertensão intracraniana que pode manifestar-se por dores de cabeça e vómitos. Para evitar que o cérebro sofra lesões irreparáveis, o ex-piloto foi colocado em coma induzido e em hipotermia para reduzir o consumo de energia do cérebro e, assim, protegê-lo. Existem também medicamentos para baixar a pressão intracraniana e uma abertura do crânio.

Porque é prematuro fazer um prognóstico para Schumacher?

Os médicos ainda não podem dizer se a evolução do problema acontecerá no sentido de um agravamento ou de uma recuperação. As possibilidades variam de acordo com a idade e condição física do doente.

Quais podem ser as consequências a longo prazo?

É raro sair sem sequelas de um traumatismo grave. As principais são distúrbios cognitivos (mudança de comportamento, irritabilidade, lentidão, memória e atenção prejudicadas) e, mais raramente, distúrbios de movimento (paralisia, perda de equilíbrio) e convulsões. A reabilitação é possível, mas longa e complexa.