Organização "Afectos com Letras" envia 20 toneladas de ajuda para a Guiné-Bissau

A organização não-governamental “Afectos com Letras” vai enviar para a Guiné-Bissau 20 toneladas de ajuda humanitária, que inclui medicamentos, alimentos, roupa, livros ou brinquedos, anunciou nesta terça-feira aquela associação portuguesa.

A “Afectos com Letras”, Associação para o Desenvolvimento pela Formação, Saúde e Educação viaja para Bissau na próxima quinta-feira para levar a ajuda destinada à população guineense, no âmbito da XI Missão Solidária “Natal com Afectos – Guiné-Bissau 2013”.

Segundo a organização, os medicamentos destinam-se aos doentes carenciados do Hospital Nacional Simão Mendes, em Bissau, e no contentor segue ainda material médico-hospitalar, mosquiteiros, arroz, leite em pó, bolachas, massas, material didáctico, roupa, livros e brinquedos para as mais de 500 crianças das Creches de Djoló, de Varela e do Quelelé.

Estas creches são co-financiadas por esta ONG portuguesa, que assegura ainda “o pagamento dos professores em duas delas e o fornecimento de material escolar às três instituições de ensino pré-escolar”.

De acordo com o comunicado, durante dez dias, a equipa de seis voluntários da “Afectos com Letras”, com sede em Pombal, irá ainda proceder à entrega dos livros para a futura Biblioteca da Ilha de Pecixe, destinada à comunidade local, e do mobiliário que irá equipar a escola que actualmente está a construir no Bairro do Quelelé, Bissau, que irá acolher 250 alunos do ensino pré-primário e básico.

A organização pretende ainda organizar a segunda edição da Festa de Natal para as crianças internadas no Hospital Simão Mendes, em Bissau, com actividades lúdicas, música ao vivo com artistas guineenses, lanche e entrega de presentes “com o objectivo de levar um pouco de alegria e de esperança às crianças e jovens guineenses que, por motivos de saúde, se encontram privadas do convívio familiar nesta época festiva”.