Gleb Garanich/Reuters
Foto
Gleb Garanich/Reuters

Mascar pastilha elástica pode causar enxaquecas

Investigadores da Universidade de Telavive pediram a vários adolescentes, que sofriam de enxaquecas, para interromper o consumo de pastilhas elásticas e assistiram a melhorias claras

Uma experiência levada a cabo por investigadores da Universidade de Telavive, em Israel, sugere que mascar pastilhas elásticas contribui para o aparecimento de enxaquecas.

Para testar a hipótese, os investigadores em questão seleccionaram um conjunto de 25 raparigas e cinco rapazes adolescentes, com uma média de 16 anos, que sofriam de dores de cabeça crónicas. Depois, distribuíram-nos por quatro grupos, consoante o tempo que passavam a mascar pastilhas elásticas todos os dias, para que, numa fase seguinte, todos ficassem um mês sem consumir chicletes.

Após esse período, eis o que aconteceu: 26 dos jovens testados indicaram que sentiam melhorias nos sintomas de enxaqueca, enquanto 19 deles deixaram de ter dores de cabeça por completo. Depois do mês de "jejum", 26 dos adolescentes regressaram ao hábito de mascar pastilha elástica e 20 deles voltaram a ter enxaquecas.

Por conseguinte, este estudo revela resultados que sugerem que o que está na origem do efeito "mascar pastilha elástica — dor de cabeça" é a tensão que o próprio acto provoca na articulação temporomandibular (zona onde o crânio e a mandíbula se tocam).