Nelson Mandela no cinema

Morgan Freeman, Danny Glover, Sidney Poiter são os actores mais conhecidos que personificaram Mandela nos ecrãs. Mas há um novo trabalho ainda por descobrir: o de Idris Elba em Mandela: Longo Caminho para a Liberdade, que se vai estrear em Portugal já no próximo dia 12 de Dezembro.

Foto
Morgan Freeman interpreta Mandela em Invictus DR

A comoção mundial pela morte de Nelson Mandela, mesmo que esperada há muito tempo, está a ter reflexos também na comunidade cinematográfica. E isto porque o ex-Presidente sul-africano se transformou também num ícone cinematográfico, que desde há um quarto de século tem vindo a ser vivido e representado no grande e pequeno ecrãs de todo o mundo.

Na lista dos actores que durante este tempo assumiram a figura de Mandela no cinema, um dos primeiros a manifestar a sua comoção, segundo as agências internacionais, foi o londrino Idris Elba, que certamente terá sido o último a personificar o herói sul-africano no grande ecrã, no filme Long Walk to Freedom (Mandela: Longo Caminho para a Liberdade, 2013), do britânico Justin Chadwick. É ainda um filme inédito no circuito comercial, mas a estreia, que estava agendada só para o próximo ano, foi entretanto antecipada, e vai chegar às salas portuguesas já na próxima semana, a 12 de Dezembro – depois de a antestreia mundial ter acontecido no último Festival de Cinema de Toronto, em Setembro.

"Estou abalado neste momento. Mandela foi um dos melhores seres humanos que caminharam na Terra", escreveu Idris Elba num post na página do Facebook da The Weinstein Company, a produtora do filme.

De Hollywood, Morgan Freeman, que com Invictus (2009), de Clint Eastwood, se tornou no mais mediático intérprete da figura de Mandela, descreveu-o como "um homem de honra incomparável, força inconquistável e firme determinação". E acrescentou: "[Se Mandela era] um santo para alguns, [era certamente] um herói para todos nós que apreciamos a liberdade e a dignidade humana."

Uma visita ao site especializado em cinema InternetMovieDatabase (IMDb) permite identificar quase seis dezenas de filmes e produções a que o nome de Mandela está ligado. Entre elas há mesmo um cameo do próprio como professor no Soweto, no filme Malcolm X (1992), de Spike Lee. O realizador americano conhecido pelo seu cinema militante pela causa dos negros e dos direitos cívicos publicou na sua página na Internet uma foto em que aparece junto a Mandela. E Samuel L. Jackson – que nunca o interpretou no ecrã –, citado pela agência Efe, disse nunca ter conhecido “uma pessoa melhor na [sua] vida”.

A actriz compatriota de Mandela Charlize Theron confessou também que irá “ter saudades” de 'Madiba', mas diz-se crente de que o seu “impacto neste mundo viverá para sempre".

Um primeiro levantamento dos actores que nas últimas décadas deram rosto e corpo à figura de Mandela permite listar os seguintes nomes, por ordem cronológica descendente:

Idris Elba, em Mandela: Longo Caminho para a Liberdade (2013), de Justin Chadwick

Crónica da vida de Mandela feita a partir da sua autobiografia oficial, Long Walk to Freedom, que parte da sua infância numa vila rural e vai até à tomada de posse como Presidente da África do Sul.

Terrence Howard, em Winnie (2011), de Darrel Roodt

Adaptação da biografia Winnie Mandela: A Life, de Anne Marie du Preez Bezrob, em que a personagem da primeira mulher do líder sul-africano é interpretada por Jennifer Hudson. O filme passou no circuito dos festivais antes de chegar às salas.

David Harewood, em Mrs. Mandela (2010), de Michael Samuel

Produção televisiva da BBC4, também sobre uma biografia da ex-mulher de Mandela, Winnie, que no ecrã é interpretada pela actriz britânica Sophie Okonedo.

Morgan Freeman, em Invictus (2009), de Clint Eastwood

O actor personifica Mandela já Presidente e o modo como ele aproveitou a realização do Campeonato do Mundo de Rugby na África do Sul, em 1995 – e que o país anfitrião viria a vencer –, para unir as diferentes etnias do seu povo em volta de uma selecção e de um desporto que até aí era exclusivo dos brancos.

Clarke Peters, em Endgame (2009), de Pete Travis

Baseado no livro de Robert Harvey, The Fall of Apartheid, esta produção britânica aborda os momentos finais deste regime e as conversações secretas entre o Governo e o ANC. O crítico de cinema do The Guardian, Peter Bradshaw, considera-o o melhor trabalho de personificação de Mandela no ecrã.

Dennis Haysbert, em Adeus Bafana (2007), de Billie August

É a história da convivência de 20 anos de Mandela, enquanto prisioneiro na cadeia de Robben Island, com o seu guarda branco James Gregory (Joseph Fiennes), que de racista convicto se torna num opositor do apartheid. Baseado nas memórias do próprio James Gregory.

Lindane Nkosi, em Drum (2004), de Zola Maseko

É o único actor sul-africano a ter interpretado a figura de Mandela, numa história situada nos anos 1950 e nas lutas anti-Apartheid da época. O filme só passou praticamente no circuito dos festivais.

Sidney Poitier, em À Margem da Lei (Mandela and De Klerk, 1997), de Joseph Sargent

Produção televisiva que encena os acontecimentos do dia 2 de Fevereiro de 1990, em que o Presidente De Klerk (Michael Caine) anuncia no Parlamento a legalização do ANC e prepara a libertação de Mandela, que aconteceria na semana seguinte.

Danny Glover, em Mandela (1987), de Philip Saville

Filmado no Zimbábue, quando Mandela estava ainda na prisão, esta produção televisiva da HBO traça o percurso do advogado que se tornaria no líder da luta contra o Apartheid.