Miguel Oliveira
Foto
Miguel Oliveira

Biruta Records

Gostamos de inquéritos — e de música. Decidimos encostar à parede pequenas editoras portuguesas. A Biruta Records acabou de nascer e já conta piadas secas

A Biruta Records é um colectivo artístico que quer dar novos significados a uma palavra "ignorada e esquecida": Biruta. A começar já está sexta-feira, 22 de Novembro, no Plano B, no Porto, com os concertos de O Diligente, O Abominável e Before And After Science.

Ninguém vos disse que já não se vive da música?

Também nos falaram no jornalismo!

PÚBLICO -
Foto
Luís Octávio Costa e Amanda Ribeiro encostam à parede pequenas editoras portuguesas

Escolheram o nome da vossa editora numa noitada de Scrabble?

Uma palavra ignorada e esquecida como "Biruta" vai ter finalmente um novo significado, logo não foi escolhido numa noite de scrabble. Agora o termo Biruta vai finalmente ter uma nova roupagem...

Que bandas de outra editora levariam para uma ilha deserta?

Levaríamos tudo o que é banda da Ipecac!

A vossa editora tem sotaque?

Que queres dizer com isso, Oblá?

Quando é que foi a última vez que encheram os bolsos e o ego?

Nunca enchemos os bolsos nem e o ego, até porque este só se enche com muito trabalho, humildade e dedicação...

Um álbum também se come com os olhos. Quem é o verdadeiro artista?

Sem trabalho mas com muita vontade de o fazer, o Vítor Pinto tem sido o nosso verdadeiro artista. O logo do colectivo foi pensado por ele e muito do "artwork" de outros projectos é feito por ele. Façam uma visita à sua página.

Qual é o melhor sítio para ouvir música?

Isto é uma família, portanto gostamos de cear n'O Silo. Quem fizer uma pesquisa sobre nós irá reparar que a maior parte das bandas que estão na Biruta (ou aquelas que não fazem parte, mas são nossas amigas), já gravaram ou estão a gravar lá no estúdio. O Davide Lobão e o Hélder Bernardo são uns lindinhos. O Miguel Oliveira também é um lindinho. As fotografias dele são a melhor coisinha para se "ver" música.

E que tal uma piada seca?

Paulo Portas!

A tua editora também quer um FAQ?

Avisa-nos