Filipinas, 11 dias após a passagem do tufão Haiyan

O tufão Haiyan chegou a soprar com ventos de 314 km/hora e, por isso, terá sido o mais forte a chegar a terra. A cidade de Tacloban foi varrida por ondas de cinco metros. Onze dias depois, as imagens ainda mostram a enorme devastação. Morreram 3974 pessoas e 1186 estão desaparecidas.

Damir Sagolj/Reuters
Fotogaleria
Damir Sagolj/Reuters

O tufão Haiyan chegou a soprar com ventos de 314 km/hora e, por isso, terá sido o mais forte a chegar a terra. A cidade de Tacloban foi varrida por ondas de cinco metros. Onze dias depois, as imagens ainda mostram a enorme devastação. Morreram 3974 pessoas e 1186 estão desaparecidas.

ODD ANDERSEN/AFP
Bobby Yip/Reuters
TED ALJIBE/AFP
Damir Sagolj/Reuters
ODD ANDERSEN/AFP
Mark RALSTON/AFP
Mark RALSTON/AFP
ODD ANDERSEN/AFP
Damir Sagolj/Reuters
Damir Sagolj/Reuters
ODD ANDERSEN/AFP
ODD ANDERSEN/AFP
ODD ANDERSEN/AFP
ODD ANDERSEN/AFP
Romeo Ranoco/Reuters
REUTERS/Erik De Castro
Sugerir correcção