Os multimilionários portugueses são mais e estão mais ricos

No total, a fortuna dos 870 multimilionários portugueses aumentou 10 mil milhões de dólares (7,5 mil milhões de euros), apesar da crise económica que assola o país.

Governo quer tornar medida obrigatória já a partir de Janeiro do próximo ano
Foto
Governo quer tornar medida obrigatória já a partir de Janeiro do próximo ano AFP PHOTO / DANIEL ROLAND

Um relatório do banco suíço UBS conclui que, em Portugal, há mais 85 milionários – indivíduos com fortunas superiores a 30 milhões de dólares (perto de 22,4 milhões de euros) – do que em 2012.

Segundo o Relatório de Ultra-Riqueza no Mundo 2013, este aumento significa que os 870 milionários portugueses detêm, em conjunto, 100 mil milhões de dólares (75 mil milhões de euros), o que representa um aumento de 11,1% em relação a 2012.

Na Grécia, outro país intervencionado pela troika, o aumento da fortuna dos mais ricos foi de 20%, passando de 50 para 60 mil milhões de dólares, enquanto o número de multimilionários passou de 455 para 505.

Portugal é o décimo segundo país da Europa onde há mais multimilionários e está no grupo dos países onde se registou um aumento de mais de 10%. Acima de Portugal nesta tabela, com um aumento de 10,8% do número de multimilionários, está apenas a Alemanha (13%), Roménia (12%), Grécia e Sérvia (ambas com uma subida de 11,1%).

Quanto ao aumento da fortuna, Portugal é apenas ultrapassado por Hungria (12,5%), Suíça (14,5%), República Checa (16,67%), Áustria (16,7%), Grécia (20%) e Roménia (21,4%).

De 2012 para 2013, apenas Finlândia e Ucrânia verificaram uma redução no número de multimilionários, sendo que no país do Leste europeu a fortuna destes também diminuiu.

O país da Europa com mais multimilionários é a Alemanha, com 17.820, seguido por Reino Unido (10.910) e Suíça (6330). Londres é a cidade que mais multimilionários escolhem, com 6360 com residência na cidade do Tamisa, seguida por Paris (3195) e Zurique (1940).

Na Europa, o número de multimilionários aumentou 8,7% em relação a 2012, o que significa mais 58.065 indivíduos com fortunas acima dos 30 milhões de euros.

Na América Latina, o Brasil é o país que mais multimilionários alberga (4015), apesar de ter sofrido um decréscimo em relação aos 4640 de 2012. No continente africano, é a África do Sul o país com o maior número de multimilionários, enquanto Angola fica em sexta posição, com 110 multimilionários, mais 10 do que no ano anterior.

O estudo da UBS aponta ainda que 23% da riqueza total do planeta está nas mãos de 2170 multimilionários, a maioria concentrada na Europa e na América do Norte.