Rio Ave deixa Sporting de Braga com vida ainda mais difícil

Equipa de Jesualdo Ferreira sofreu quarta derrota consecutiva na I Liga.

Tarantini fez o golo do Rio Ave na visita ao Sporting de Braga
Foto
Tarantini fez o golo do Rio Ave na visita ao Sporting de Braga Fernando Veludo/nFactos (arquivo)

O pesadelo do Sporting de Braga continua: a equipa orientada por Jesualdo Ferreira sofreu neste domingo a quarta derrota consecutiva no campeonato, ao ser batido em casa pelo Rio Ave (0-1). Tarantini foi o homem do jogo ao apontar o golo dos vila-condenses.

Depois de perder com Sporting, Nacional e Académica, o Sporting de Braga também perdeu com o Rio Ave. Foi o quarto jogo seguido a perder (três deles em casa) para os minhotos, que na próxima jornada vão ao Estádio da Luz defrontar o Benfica.

Tarantini, com um grande tiro de fora da área, muito forte e sem hipóteses para Eduardo, fez o único golo da partida aos 59’.

Com este triunfo, a equipa de Nuno Espírito Santo passa a somar 13 pontos e ultrapassa o Sporting de Braga na classificação. Os minhotos seguem com 12 e caem para a nona posição na tabela. E Jesualdo Ferreira voltou a ouvir assobios das bancadas.

“Estou incomodado e triste. Partilho a insatisfação com os adeptos, mas estou de consciência tranquila e não tenho de temer nada. Estou sereno e seguro daquilo que temos feito. A equipa tem capacidade para ganhar jogos, mas não tem conseguido fazer golos. E quando não se faz golos, perde-se”, disse no final da partida o treinador do Sp. Braga, na entrevista rápida à SportTV.

“Faltou um golo, como tem acontecido nos últimos jogos. A equipa tem conseguido oportunidades, um volume ofensivo considerável. Mas as equipas, aqui em Braga, defendem-se, jogam com sistema fechado. Não posso apontar nada aos jogadores. Apenas que, em 21 remates, não conseguimos fazer nenhum golo”, acrescentou Jesualdo Ferreira.

Nuno Espírito Santo, por seu lado, mostrou-se orgulhoso pela prestação dos seus jogadores. “Fomos organizados e solidários. Vencemos num campo difícil, contra uma equipa recheada de valores. Era um jogo que antevíamos complicado”, confessou o técnico. “Estou extremamente orgulhoso dos meus jogadores, foi fantástico. Esta vitória foi para as pessoas de Vila do Conde. Vamos superar as dificuldades que temos sentido a jogar em casa.”