Roberto Mata/Reuters
Foto
Roberto Mata/Reuters

Bolsa de 25 mil euros para estudar cancro da mama

No dia nacional de prevenção do cancro da mama, 30 de Outubro, a Associação Laço lança mais uma edição de uma bolsa de investigação, no valor de 25 mil euros, para pesquisa na área do cancro da mama

A Associação Laço quer "incentivar a ciência a fazer novas descobertas que ajudem a encontrar as causas do cancro da mama e diminuir a sua incidência, assim como os mecanismos que desencadeiam o cancro da mama metastático, uma área muito pouco estudada", explica, em comunicado.

Assim, pelo segundo ano consecutivo, a associação lança uma bolsa de investigação na área, no valor de 25 mil euros. Os candidatos devem ter doutoramento e trabalhar para um instituto português de investigação.

As candidaturas podem ser feitas a partir desta quarta-feira, 30 de Outubro, dia nacional de prevenção do cancro da mama. Os interessados devem preencher um formulário até 31 de Janeiro do próximo ano, conforme indicado no regulamento.

As propostas serão depois avaliadas por um júri liderado por Maria Carmo-Fonseca, "uma reconhecida investigadora na área da biomedicina" e directora do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL). Raquel Seruca, vice-presidente do IPATIMUP ou Manuel Rodrigues Teixeira, director do Serviço de Genética e do Centro de Investigação do Instituto Português de Oncologia do Porto (IPO Porto) são outros dos nomes que compõem o grupo.

Depois do sucesso da primeira edição, Lynne Archibald, presidente da Associação Laço, desafia "todas as pessoas que trabalham em investigação a participar" e garante que este é um projecto com continuidade: "Acreditamos no potencial da área da investigação em Portugal e por essa razão queremos atribuir anualmente uma nova bolsa", garante.

Sugerir correcção