Cristiano sobre Blatter: "Eis a consideração da FIFA por mim, pelo meu clube e pelo meu país"

Presidente da FIFA já respondeu ao Real Madrid e à FPF, pedindo desculpa e considerando o avançado português como um jogador excepcional.

Foto
Cristino Ronaldo: “Desejo ao senhor Blatter saúde e uma vida longa" AFP/Dano Pozo

Cristiano Ronaldo comentou nesta terça-feira as declarações jocosas do presidente da FIFA, Joseph Blatter, sobre si, considerando que elas revelam o “respeito e consideração” que o dirigente suíço e o organismo que dirige o futebol mundial têm por si, pelo seu clube (Real Madrid) e por Portugal.

“O vídeo mostra claramente o respeito e consideração que a FIFA tem por mim, pelo meu clube e pelo meu país. Agora muita coisa está explicada”, lamenta o internacional luso.

Num curto comentário no seu Facebook, em língua inglesa, o futebolista do Real Madrid acrescenta: “Desejo ao senhor Blatter saúde e uma vida longa, com a certeza de que ele vai continuar a testemunhar, como merece, os sucessos dos seus clubes e jogadores favoritos”.

Joseph Blatter participou num debate na Oxford Union Society, em Inglaterra, no qual revelou a sua preferência pelo argentino Messi em relação a Cristiano Ronaldo, de quem disse que “gasta mais no cabeleireiro”.

Na conferência, Blatter disse que “Leo Messi é um bom rapaz” e “nada exuberante”, mas joga muito bem e marca muitos golos. Já sobre Cristiano Ronaldo, Blatter levantou-se e tentou imitar a postura do jogador português.

“O outro [Cristiano Ronaldo] é como um comandante em campo”, acrescentou o presidente de FIFA, enquanto simulava um soldado a marchar e perante os risos da plateia.

As declarações do máximo responsável da FIFA surgiram sexta-feira, mas o vídeo do evento teve mais destaque na imprensa apenas nesta terça, dia em que se ficou a saber a lista de nomeados para a Bola de Ouro, que distingue anualmente o melhor jogador do mundo.

O Real Madrid e a Federação Portuguesa de Futebol já manifestaram o seu desagrado e o desabafo de Cristiano Ronaldo na rede social já granjeou mais de 30 mil “gostos” e duas mil partilhas em menos de meia hora.

As desculpas de Blatter
Blatter, entretanto, pediu desculpas a Cristiano Ronaldo e à comunidade do futebol português, numa carta enviada à Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

“Peço-lhe que transmita as minhas desculpas ao jogador e à comunidade do futebol português e que aceite, caro presidente, os meus mais cordiais cumprimentos”, escreveu Blatter numa missiva enviada a Fernando Gomes.

“No fim da minha intervenção, o moderador perguntou-me sobre os jogadores Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. Respondi-lhe que estes dois jogadores são excepcionais, as estrelas do nosso desporto, iguais, mas cada um com um estilo de jogo diferente. Lamento, sinceramente, que as minhas palavras, colocadas fora do contexto, tenham sido mal interpretadas”, explicou Blatter.