Ferguson foi visitar Old Trafford e o United venceu

Arsenal continua no comando da Premier League inglesa, com dois pontos de vantagem sobre o Liverpool.

Van Persie marcou e assistiu na reviravolta do United sobre o Stoke City
Foto
Van Persie marcou e assistiu na reviravolta do United sobre o Stoke City Andrew Yates/AFP

Preparava-se para ser mais um dia horrível de David Moyes à frente do Manchester United, mas os “red devils” lá conseguiram vencer em Old Trafford o Stoke City por 3-2, em jogo da 9.ª jornada da Premier League, depois de ter estado por duas vezes em desvantagem.

Depois de uma semana em que lançou a autobiografia, Alex Ferguson, o escocês que manteve o United no topo do futebol mundial nas últimas décadas, estava nas bancadas para ver com os seus olhos como estava a correr o trabalho do seu sucessor e compatriota, tão criticado neste início de época.

Não terá ficado nada agradado quando Peter Crouch, o alto e desengonçado avançado do Stoke City, marcar com o joelho o primeiro golo dos visitantes, logo aos 4’, numa espécie de recarga após um primeiro remate devolvido por De Gea.

Os visitantes estavam a deixar Moyes mal visto e tiveram várias oportunidades para fazer mais golos, mas foi o United a empatar ainda antes do intervalo, aos 43’, pelo inevitável Robin van Persie.

Tinha tudo para ser o início da recuperação do United, mas a sensação de alívio durou pouco, porque Arnautovic, de livre directo, recolocou o Stoke na frente mesmo em cima do final da primeira parte.

Sob o coro de assobios já habitual em Old Trafford, Moyes começou por sacrificar Nani aos 58’, fazendo entrar para o seu lugar o jovem prodígio Januzaj. Foi reforçando o ataque, sucessivamente, com Valência e Chicharito Hernández, mas foi Wayne Rooney, aos 78’, a fazer o empate, após passe de Van Persie.

A heróica resistência do Stoke acabou aos 80’. Chicharito aproveita da melhor forma um cruzamento de Evra e recoloca os campeões ingleses na rota das vitórias na Premier League, depois de ter empatado na jornada anterior.

Ainda assim, o United ocupa um improvável oitavo lugar, com 14 pontos, já a oito do líder Arsenal (22) que, neste sábado, triunfou sobre o Crystal Palace por 2-0. Em segundo lugar segue o Liverpool, que recebeu e venceu o WBA por 4-1.

Sugerir correcção