Professores em greve a 8 de Novembro

Dirigentes da FNE e da Fenprof juntam-se a outras organizações e prometem paralisação.

Professores vão estar hoje novamente no Parlamento
Foto
Professores vão estar hoje novamente no Parlamento Rui Gaudêncio

A Federação Nacional de Professores (Fenprof) e a Federação Nacional de Educação (FNE) vão juntar-se à Frente Sindical para a Administração Pública (Fesap), à Frente Comum e ao Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) e convocar uma greve para o próximo dia 8 de Novembro.

"Neste momento, são inúmeros as razões pelas quais estamos seriamente apreensivos face a uma eventual degradação da qualidade da escola pública e da educação e temos de mostrar a nossa preocupação", disse o dirigente da FNE, João Dias da Silva, no termo da reunião do secretariado nacional da federação sindical, esta quarta-feira.

Também o dirigente da Fenprof, Mário Nogueira, afirmou, em declarações à Antena 1, que não tem dúvidas sobre a adesão à greve, considerando que "as razões para a luta são fortíssimas".


 
 

Sugerir correcção