IrenaSasha/Flickr
Foto
IrenaSasha/Flickr

A Barbie quer uma nova casa e tu podes ser o arquitecto

A FAUP e a Mattel uniram para concretizar o desejo da Barbie. Lançaram um concurso, com prémio apelativos, no qual todos os estudantes se podem inscrever até 15 de Novembro

A Barbie, uma das bonecas mais famosas do mundo, quer mudar de casa e está à procura de um arquitecto que desenhe a sua nova casa de sonho. Assim, a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP) e a Mattel Portugal, com o apoio da Associação de Estudantes da Faculdade de Arquitetura (AEFAUP), uniram-se no lançamento de um concurso inédito de ideias para substituir a casa criada em 1962.

Denominado "Uma Nova Casa para a Barbie", pretende "estimular e premiar a criatividade dos futuros arquitectos por via da interpretação do tema da casa de bonecas como objecto lúdico e educativo". Assim, seja uma casa tradicional à moda do Porto ou uma moradia de cinco assoalhadas, com ou sem brilhantina, o limite é apenas a imaginação de cada um.

O regulamento

Individualmente ou em grupos de até três pessoas, os alunos devem inscrever-se na sede da AEFAUP até 15 de Novembro e apresentarem os seus projectos até dia 14 de Fevereiro de 2014. Segundo o regulamento (em pdf), estes devem incluir uma maqueta, a indicação de dimensões e materiais a utilizar e a explicação do sistema de montagem/construção da casa — tudo como se fosse um verdadeiro projecto de arquitectura.

Os prémios

Depois, as propostas vão ser avaliadas por um júri, constituído por professores da FAUP, da Escuela Técnica Superior de Arquitectura de Madrid (ETSA) e representantes da ARX Portugal e da Mattel. Em causa estarão a originalidade, a potencialidade educativa, a exequibilidade e a qualidade gráfica. Em causa, estão três prémios para as três melhores ideias: um computador portátil MacBook Pro, um telemóvel IPhone 4S e um IPad 16 GB, respectivamente. E claro, inspirar, de facto, a futura habitação da Barbie.

Marco Ginoulhiac, professor da FAUP e responsável pela disciplina de "Architectural toys", acredita que esta é "uma oportunidade para pensar em atcuar em outros âmbitos da arquitetura e no seu poder e papel educativo", motivo pelo qual espera "uma forte adesão e interesse” por parte dos estudantes.

O concurso é aberto a todos os estudantes do Mestrado Integrado em Arquitetura da FAUP e aos estudantes estrangeiros que estejam a estudar na faculdade ao abrigo de protocolos de mobilidade.