Jesus: “Jogo com Olympiacos não vai determinar nada em termos de apuramento”

Treinador do Benfica acredita numa vitória frente à equipa grega.

Jorge Jesus durante o treino do Benfica nesta terça-feira
Foto
Jorge Jesus durante o treino do Benfica nesta terça-feira Hugo Correia/Reuters

Benfica e Olympiacos defrontam-se na terceira jornada do Grupo C da Liga dos Campeões. Frente a frente no Estádio da Luz vão estar duas equipas que somam três pontos, e que o treinador dos “encarnados”, Jorge Jesus, já disse que são as candidatas ao segundo lugar na classificação – o primeiro posto, na opinião do técnico, está entregue ao Paris Saint-Germain.

Na antevisão à partida de quarta-feira (19h45, SP-TV1), Jorge Jesus optou por um discurso mais cauteloso. E sublinhou que, independentemente do resultado que o Benfica obtenha frente aos gregos, o apuramento ainda estará longe de garantido. “Estamos numa competição onde estão os melhores. Sabemos que o jogo com o Olympiacos é difícil, as duas equipas têm uma vitória e uma derrota em dois jogos. Não vai determinar nada em termos de apuramento. É importante para o Benfica vencer o Olympiacos, e pode fazê-lo. Tem de jogar ao nível do que fez em casa contra o Anderlecht”, sublinhou o técnico.

Apesar da responsabilidade, Jorge Jesus negou que o jogo seja decisivo. “Decisivo não é, mas é importante. Ainda vão ficar a faltar alguns jogos, e tudo é muito equilibrado”, apontou, reforçando: “Uma vitória é importante em qualquer competição, e numa prova com menos jornadas, como a Champions, é mais importante. Ganhando, o Benfica fica com uma vantagem, mas ainda fica longe do apuramento”.

Saviola deixou saudades
A partida entre Benfica e Olympiacos marcará também o regresso de dois ex-benfiquistas à Luz. É o caso de Saviola e do guarda-redes espanhol Roberto. Jorge Jesus elogiou os dois futebolistas, mas admitiu que foi o argentino quem deixou mais saudades: “O Roberto esteve menos tempo no Benfica do que o Saviola. O Roberto veio de um campeonato forte e era mais desconhecido, chegou ao Benfica com 24 anos. Mas tem muita qualidade, e com o tempo vai demonstrando que é um excelente guarda-redes. Espero que amanhã não esteja assim tão bem”, disse.

“O Saviola chegou ao Benfica com um palmarés invejável, rotulado de grande jogador, e fez uma primeira época espectacular, na qual foi campeão. Há jogadores que nos deixam saudades, e o Saviola é um deles. Para além das qualidades técnicas, é um grande homem e um grande profissional”, acrescentou Jesus.