Professor vai habitar contentor do lixo para provar que é possível viver com menos

Jeff Wilson, professor norte-americano, vai viver durante um ano num contentor do lixo para provar que é possível viver com menos

Foto
DR

Não é muito comum um proprietário de uma casa querer viver num espaço de dimensões mais reduzidas. Jeff Wilson é uma excepção. Este professor norte-americano de Ciência Ambiental vai viver durante um ano num contentor do lixo com três metros quadrados.

The Dumpster Project é uma iniciativa inédita da Universidade Huston Tillotson, em Austin (Texas), que pretende sensibilizar e educar as pessoas na área da sustentabilidade. Para Jeff Wilson, é possível viver com menos e é isso que se propõe demonstrar, durante um ano, ao viver num contentor com uma ínfima área quando comparada com a de uma habitação: uma casa americana tem, em média, 230 m2, e a nova casa de Jeff tem apenas 3 m2. “Com menos consumo, neste caso, menos de um por cento do lar médio americano, você ainda pode ter uma vida feliz e gratificante”, explica Jeff Wilson ao KVUE, um dos canais da ABC.

Neste protesto irónico contra o consumo excessivo e os custos ambientais que isso acarreta, Jeff quer deixar claro que, à medida que o consumo aumenta, cresce também a dívida ecológica. “Nós atiramos as coisas para o lixo e elas, como por magia, desaparecem. E não se dá muita atenção aos processos por detrás disso”, afirma o responsável pelo projecto.

Foto

Jeff vendeu tudo por um euro

Foto

Assim, a lixeira transforma-se num laboratório sustentável para o ensino sobre casas a baixo custo e que tenham pouco impacto ambiental. Jeff vendeu todos os objectos pessoais por um euro cada. Só ficou com aquilo que cabia na mochila. Adquirido o caixote que virará lar e feita a respectiva higienização, Jeff vai passar os primeiros tempos apenas com um saco-cama. No entanto, ao longo do ano, a “casa” vai ser equipada com todas as comodidades, como casa de banho, cama, cozinha, máquina de lavar roupa e até wi-fi.

Este será um modelo “net zero”, ou seja, vai consumir apenas a quantidade de electricidade produzida por painéis solares e terá sistemas inovadores para a filtragem da água, controlo de temperatura e redução de resíduos. The Dumpster Project garante que as reduções nos consumos são substanciais, em relação à média dos lares americanos.  A redução na quantidade de lixo também é grande, passando dos dois quilogramas para zero. A poupança de água e na energia são as mais significativas. A água passa de 1500 litros (por dia) para apenas 15. Na energia, em média os americanos fazem consumos de 11000 Kwh/ano e no contentor o valor deverá chegar aos zero.

Os alunos da Universidade Huston Tillotson também vão participar no projecto. Quando o professor precisar de uma noite ou mesmo um fim-de-semana de folga, os estudantes vão fazer turnos para o substituir na sua nova casa, de modo a que a mesma nunca esteja desabitada.