Paulo Fonseca: "Este é o único jogo, dos que aí vêm, com carácter decisivo"

O treinador do FC Porto abordou esta quinta-feira o embate com o Trofense, para a Taça de Portugal.

A estreia do FC Porto na edição de 2013-14 da Taça de Portugal está marcada para sábado, frente ao Trofense, um adversário que ainda não venceu esta época na II Liga. Apesar do mau arranque do opositor, o treinador dos "dragões", Paulo Fonseca, descarta qualquer tipo de "facilitismo".

"Temos de encarar o jogo de forma séria. É uma competição a eliminar, na qual temos grandes aspirações. Não podemos olhar para a classificação do adversário, até porque existe um treinador novo e uma motivação natural", explica o técnico, desvalorizando a última posição da tabela que o Trofense ocupa no segundo escalão profissional.

"Temos um conhecimento profundo daquilo que é o Trofense, que assenta muito na experiência do Tiago e do Hélder Sousa. Temos de estar preparados para responder da melhor forma à experiência do jogo", acrescenta.

De resto, Paulo Fonseca deixa um alerta aos jogadores que forem chamados, sem confirmar se Ghilas será a aposta para a frente de ataque. "Quem encarar este jogo de forma ambiciosa e determinada, tem muito mais hipóteses de ser uma peça importante no futuro", anota.

"Confio em todos os jogadores. Independentemente dos nomes que vão iniciar a partida, acredito que a equipa vai dar uma excelente resposta. Este é o único jogo, dos que aí vêm, com carácter decisivo", sustenta o treinador, que elogiou também a prestação de Herrera frente ao Arouca: "Teve um excelente rendimento e espero que continue a evoluir".

Sobre Josué e a fama de ser um jogador intempestivo (foi castigado por ter cuspido num adversário no jogo frente ao Estoril), o técnico preferiu ironizar: "Josué, com as miúdas, tem uma fama espectacular e acho que isso não o vai prejudicar em nada. Sei que ele é admirado junto das hostes femininas, e isso é positivo. Em relação à fama no futebol, o que sei é que o Josué tem registado uma evolução naquilo que é o seu equilíbrio profissional".

Sugerir correcção