Music Box: Jameson Urban Routes com seis dias de concertos

Filho da Mãe, Throes & The Shine, DJ Ride e The Quartet of Woah! são só alguns dos nomes do primeiro dia (gratuito) de concertos no Musicbox

Fotogaleria
Filho da Mãe é um dos nomes fortes do cartaz
Fotogaleria
Filho da Mãe é um dos nomes fortes do cartaz

Começa esta semana a 7.ª edição do Jameson Urban Routes na caixa de música mais conhecida em Portugal, o Musicbox, em Lisboa. No primeiro dia, quarta-feira, 16 de Outubro, a entrada é gratuita.

 

Este ano, o Jameson Urban Routes conta com seis dias de concertos. O primeiro é já na quarta-feira e junta nomes do panorama nacional, como Filho da Mãe, Throes & The Shine ou DJ Ride. A entrada para o primeiro dia, como já vem sendo hábito do festival, é de acesso livre. A assistir vão estar alguns agentes internacionais, que estarão reunidos com os artistas nacionais para debater estratégias de internacionalização da música portuguesa.

 

No dia 17 há espaço para a reinvenção e maleabilidade da pop. White Haus – projecto de João Vieira, um dos elementos dos X-Wife – e Child of Lov são algumas das bandas que vão animar a pista de dança, no segundo dia de festival.

 

Na sexta-feira, dia 18, a música é outra. Os britânicos Darkstar trazem “News from Nowhere” até Lisboa e o norte-americano James Ferraro, o explorador da electrónica, focado na memória e no passado, regressa a Portugal. Autor de “Far Side Virtual”, o melhor álbum de 2011, para a revista "Wire", Ferraro volta para apresentar o mais recente álbum, “NYC, Hell 3:00 AM”.

 

Para fechar a primeira semana do festival, a noite “ All about clubbing” traz-nos “Cupid’s Head”, o mais recente trabalho dos The Field, do DJ e produtor sueco Alex Willner. Lugar ainda para os portugueses Octa Push, que vão pôr todos a dançar com “Oito”, o seu álbum de estreia.

 

A segunda semana de Jameson Urban Routes tem início no dia 25 de Outubro. Os Riding Pânico regressam aos palcos com o segundo álbum, “Homem Elefante”, numa noite em que os If Lucy Fell também sobem ao palco.

 

Para fechar o festival, no dia 26 a noite promete muito movimento com os luso-angolanos Batida, que revisitam e transformam a música africana dos anos 70, e com os Chancha Via Circuito e as suas sonoridades tropicais.

Os bilhetes estão à venda nos locais habituais e no blueticket. O primeiro dia tem início às 22H e é gratuito. Nos restantes, os concertos começam à meia-noite e a entrada é de 13 euros, com oferta de um "whisky".