Como curar uma ressaca? Com refrigerantes, diz um estudo

Segundo uma equipa chinesa, os refrigerantes juntam-se à lista de dicas contra a ressaca, embora o seu consumo em excesso também tenha efeitos negativos na saúde.

Foto
O dia seguinte ao consumo de álcool em excesso paga-se com dores de cabeça e náuseas SÉRGIO AZENHA/Arquivo

À longa lista de dicas para curar a ressaca, junta-se agora mais uma. Depois de testar os efeitos de várias bebidas no organismo perante o consumo excessivo de álcool, uma equipa de cientistas chineses concluiu que os refrigerantes, bebidas aromatizadas e açucaradas, são mais eficazes a minimizar os efeitos da embriaguez no dia seguinte.

Seis investigadores da Universidade de Sun Yat-Sem, na província de Guangdong, no Sul da China, analisaram 57 bebidas (40 infusões de ervas, 12 tipos de chás e cinco bebidas gasosas) compradas no mercado local e concluíram que duas delas são mais indicadas para evitar os sintomas da ressaca. São elas a hui yi su da shui, que os autores caracterizam como uma água gasosa, aromatizada e com açúcar, e a xue bi, uma bebida equivalente à Sprite vendida no Ocidente, embora o estudo nunca refira qualquer marca ocidental.

Num artigo publicado recentemente na revista britânica Food&Function, da Real Sociedade de Química, os cientistas explicam o método utilizado. Primeiro, estudaram o que realmente provoca a ressaca. Quando bebemos, o fígado liberta uma enzina designada por "álcool desidrogenase" (ADH), que transforma o etanol numa substância química chamada "acetaldeído". Neste processo é gerado outro químico, o acetato, através da acção da enzima aldeído desidrogenase (ALDH).

O acetato é normalmente considerado inofensivo e até benéfico para a saúde, mas quando exposto ao acetaldeído causa os sintomas da ressaca, como a dor de cabeça e as náuseas.

Os cientistas chineses analisaram em laboratório – não foi feita qualquer experiência com humanos – os efeitos das 57 bebidas na formação das enzimas ADH e ALDH. Concluíram que a hui yi su da shui é a bebida mais eficiente a reduzir a actividade da ADH no metabolismo do etanol e a aumentar o processo da ALDH em 49%, permitindo baixar rapidamente os níveis tóxicos do químico acetaldeído. A xue bi consegue acelerar o processo da ALDH em 28%.

Ou seja, estes refrigerantes fazem com que o álcool se “dissipe” mais rapidamente, reduzindo assim os efeitos e o tempo de ressaca, ainda que tenham outras consequências para a saúde, devido por exemplo ao açúcar que contêm.

Na avaliação que fizeram ao efeito das diversas bebidas, os cientistas descobriram, por exemplo, que o chá de sementes de cânhamo aumenta a duração do processo de ADH e inibe o processo de ALDH, o que faz com que a ressaca dure mais tempo. O chá verde tem o mesmo efeito e por isso também não é recomendado nestas situações.