João Sousa sobe a 51.º e é o melhor português de sempre

Posição mais alta no ranking atingida por um tenista nacional.

Triunfo em Kuala Lumpur permitiu subida no ranking
Foto
Triunfo em Kuala Lumpur permitiu subida no ranking Mohd Rasfan/AFP

O tenista João Sousa subiu nesta segunda-feira ao 51.º lugar da classificação mundial, a posição mais alta atingida por um português, depois de se ter tornado o primeiro jogador nacional a ganhar um torneio do circuito ATP.

Vencedor do torneio de Kuala Lumpur, ao derrotar na final o francês Julien Benneteau, quinto cabeça de série, João Sousa, 77.º do ranking antes do evento, deu um salto de 26 posições, que corresponde à maior progressão registada no top-100 da tabela liderada pelo sérvio Novak Djokovic.

João Sousa, de 24 anos, ultrapassou o registo de Rui Machado, actual campeão nacional, que a 03 de Outubro de 2011, ou seja, praticamente há dois anos, atingiu o 59.º posto da hierarquia mundial.

Antes de João Sousa, Frederico Gil tinha sido o primeiro português a atingir uma final de um torneio do circuito ATP, perdendo o encontro decisivo da edição de 2010 do Estoril Open (agora Portugal Open).

Num excelente percurso em Kuala Lumpur, João Sousa eliminou, entre outros, o espanhol David Ferrer, primeiro cabeça de série e número quatro do mundo, e o austríaco Jurgen Melzer, quarto pré-designado, arrecadando 158 mil dólares.

Dos restantes portugueses na tabela, Gastão Elias manteve a 129.ª posição e é o segundo mais bem posicionado, seguido por Pedro Sousa (271.º), que subiu 32 lugares, Rui Machado (311.º) e Frederico Gil (543º).

No top-10, a mudança mais significativa foi protagonizada pelo checo Tomas Berdych, finalista derrotado em Banguecoque, que retirou a quinta posição ao suíço Roger Federer, antigo número um mundial e agora sexto da classificação em que Djokovic, o espanhol Rafael Nadal, o britânico Andy Murray e David Ferrer mantiveram os quatro primeiros lugares. Ainda entre os dez primeiros, o francês Richard Gasquet cedeu a nona posição ao suíço Stanislas Wawrinka, vencedor este ano do Portugal Open.