Mais de metade dos candidatos a presidente da Câmara de Lisboa vota fora da cidade

Mais de metade dos candidatos à presidência da Câmara de Lisboa vota fora da capital, enquanto em Sintra dois dos concorrentes mais mediáticos também estão recenseados em concelhos diferentes.

Dos nove candidatos ao município da capital, apenas quatro votam em Lisboa: o actual presidente e candidato a um novo mandato, António Costa (PS), por exemplo, está recenseado na freguesia de Santo António. Também João Ferreira (CDU) vota em Lisboa, mais precisamente na freguesia da Ameixoeira, enquanto a cabeça-de-lista do PCTP/MRPP, Joana Miranda, vota em Benfica. Já Paulo Borges, presidente do Partido pelos Animais e pela Natureza, vota na Penha da França. O candidato do PSD/CDS-PP/MPT à presidência da Câmara de Lisboa, Fernando Seara, vota em Viseu - de onde é natural - e o coordenador do Bloco de Esquerda, João Semedo, vota no Porto. Já Amândio Madaleno (PTP) está recenseado na Brandoa, Amadora, e o cabeça-de-lista do PNR, João Patrocínio, vota na Costa de Caparica, concelho de Almada.

Por fim, o candidato da Plataforma de Cidadania (PND, PTP e PPM), Nuno Correia da Silva vive em Lisboa, mas está recenseado em Viseu. O candidato explica que em Maio deste ano renovou o Cartão de Cidadão, mas terá ocorrido um problema no recenseamento eleitoral, que se manteve no distrito de onde é natural. O candidato referiu que apresentou uma reclamação e ainda espera que a situação seja resolvida até esta sexta-feira, de forma a conseguir votar na capital.

Já em Sintra, três dos dez candidatos ao município votam em Lisboa: o candidato socialista, Basílio Horta, assim como Pedro Pinto, do PSD, e Luís Fazenda (Bloco de Esquerda).

Marco Almeida, vice-presidente do executivo municipal liderado pelo social-democrata Fernando Seara e actual candidato independente, vota em Sintra.

Também no concelho votam o candidato da CDU, Pedro Ventura (São Pedro de Penaferrim), Nuno Azevedo, do PAN (Tapada das Mercês), Nuno da Câmara Pereira, do PND (Galamares), António Laires, do PCTP/MRPP (Rio de Mouro) e o independente Barbosa e Oliveira e José Lucena Pinto, do PNR, ambos em Massamá.

Dos oito candidatos que concorrem à presidência da Câmara do Porto, dois votam no concelho vizinho de Matosinhos: Pedro Carvalho (CDU) e José Carlos Santos (PCTP/MRPP). José Soeiro (BE) vota no Porto, tal como o ex-autarca de Gaia e candidato pelo PSD, Luís Filipe Menezes, e o antigo presidente da Câmara do Porto pelo PS e candidato independente Nuno Cardoso, ambos na freguesia de Lordelo do Ouro.

O candidato independente Rui Moreira vota na freguesia de Nevogilde, Manuel Pizarro (PS) vota em Ramalde e José Manuel Costa Pereira (PTP) está recenseado em Santo Ildefonso.

Em Vila Nova de Gaia, apenas o candidato apoiado pelo PSD e CDS-PP, Carlos Abreu Amorim, vota no concelho vizinho do Porto, na freguesia de Ramalde. Os restantes candidatos estão recenseados no concelho de Gaia: o socialista Eduardo Rodrigues e o independente Manuel Vieira Machado votam na freguesia de Oliveira do Douro, enquanto Eduardo Pereira (Bloco de Esquerda) vota em Vilar de Andorinho e Jorge Sarabando, da CDU, em Santa Marinha.

O antigo presidente da câmara que se recandidata como independente Guilherme Aguiar vota em Arcozelo. A Lusa não conseguiu contactar a candidata do PCTP/MRPP, Cristiana Máximo.