Adriano Miranda
Foto
Adriano Miranda

MUBi: bicicleta sim, automóvel nem por isso

O P3 associa-se à iniciativa "Sexta de Bicicleta" e apresenta semanalmente o Utilizador de Bicicleta da Semana. A partir de agora, as sextas-feiras têm outra pedalada

A MUBi (Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta) desafia-te a, durante as restantes sextas-feiras de 2013, deixares o teu carro em casa e ires de “bicla” para o trabalho. O tempo nas filas acaba, aproveitas para fazer um pouco de exercício logo pela manhã e, melhor do que isso, ajudas o meio ambiente.

Embora o projecto promova a utilização da bicicleta às sextas-feiras, “o objectivo é que as pessoas fiquem habituadas e passem a ir à segunda, à terça, e depois já vão todos os dias”, conta ao P3 Ricardo Cruz, sócio voluntário da MUBi. Neste momento, o movimento Sexta De Bicicleta conta com cerca de “1200 pessoas inscritas no microsite do projecto” e “mais de 2000 na página do Facebook”.

Esta é uma associação cívica formada por ciclistas voluntários que promove a bicicleta como transporte utilitário e recreativo, tendo como objectivo o reconhecimento social e legislativo da bicicleta. Mas a missão da associação não se fica por aqui. “O nosso objectivo é informar as pessoas para o que está acontecer relativamente à mobilidade em modos suaves na cidade, principalmente em bicicleta, mas não necessariamente. A visão da MUBi é de uma cidade integrada, onde o automóvel também tem o seu papel, mas não é preponderante”, conta Ricardo Cruz.

PÚBLICO -
Foto

Para esse efeito, a MUBi conta com outros projectos que não o Sexta em Bicicleta. Entre estes está o Selo de Reconhecimento MUBi, que pretende distinguir as empresas ou instituições que ofereçam condições para os amigos da bicicleta nas suas instalações — Ricardo Cruz é professor de português e vai todos os dias de bicicleta para a escola. "Ir e vir são ao todo 50 minutos, mas isso faz-se bem", afirma Ricardo, até porque "a escola tem todas as condições necessárias para quem utliza a bicicleta como meio de transporte".

Outro dos projectos lançados pela associação é o Bike Buddy, que permite que pessoas pouco habituadas a andar de bicicleta pela cidade possam escolher um mentor (voluntário da associação) para os ajudar a ganhar alguma experiência”. Para quem partilha o gosto pelas gingas e pela fotografia, a MUBi lançou ainda o "Rodas de Mudança", uma campanha fotográfica de incentivo à utilização da bicicleta.

Sexta de Bicicleta

Portugal e as duas rodas

Mobilidade suave

Em Portugal, a bicicleta ainda não é significativa como meio de transporte. Segundo um inquérito realizado e publicado num eurobarómetro da Comissão Europeia, publicado em Março de 2011, apenas 1,6% dos portugueses utiliza a bicicleta no quotidiano, a mesma percentagem dos espanhóis, só ficando à frente do Chipre, com 0,3%, e Malta, que apresenta uma percentagem nula. No sentido inverso está a Holanda, onde 31,2% das pessoas utilizam a bicicleta nas suas deslocações.

A bicicleta em Portugal

No entanto, as autarquias portuguesas parecem querer inverter estes números. Torres Vedras lançou, em Junho de 2013, uma rede de bicicletas urbanas, as “agostinhas”, que contam com 260 bicicletas convencionais e 30 eléctricas. Viseu, Tondela e Mangualde também lançaram um projecto de bicicletas eléctricas, que conta, na totalidade, com 36 veículos. De referir ainda o projecto BIA - Bicicleta Pública de Uso Partilhado Interurbano de Ovar que disponibiliza gratuitamente 100 bicicletas. 

Neste âmbito, o governo português criou o Plano de Promoção da Bicicleta e Outros Modos Suaves 2013-2020 (ciclAndo), para o qual foi criado um Grupo de Trabalho coordenado pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, I.P. O GT foi constituído por vários representantes ministeriais (transportes, ambiente, ordenamento do território e educação), assim como representantes da Associação Nacional de Municípios (ANMP), da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Sustentável.

O documento elaborado no ano de 2012 define uma série de medidas concretas que deviam ter entrado em vigor em 2013. No entanto, refere a MUBi num comunicado publicado no site da associação, “desconhece-se, para já, qualquer medida efectivamente tomada relativamente ao plano, cujo início de implementação está marcado para 2013”.

P3 + Sexta de Bicicleta

A partir da próxima semana, o P3 associa-se ao lançamento de uma nova rubrica denominada "Utilizador de Bicicleta da Semana". Todas as semanas será seleccionado um utilizador de bicicleta, participante no Sexta de Bicicleta, que responderá a um conjunto de perguntas de resposta curta. A mini-entrevista será acompanhada de uma fotografia da pessoa com o seu meio de transporte preferido: a sua bicicleta.