Governo da Venezuela ordena ocupação de uma fábrica de papel higiénico

Nicolás Maduro em campanha contra a escassez de produtos
Foto
Nicolás Maduro em campanha contra a escassez de produtos Carlos Garcia Rawlins/Reuters

O governo venezuelano, liderado pelo Presidente Nicolás Maduro, ordenou à Guarda Naiconal que ocupasse uma fábrica de papel higiénico para evitar a falta deste produto, que há meses escasseia no país.

O objectivo da ocupação é perceber os mecanismos de produção e distribuição do produto e perceber o que está a provocar a falta de papel higiénico nas prateleiras dos supermercados.

No início do ano a Venezuela teve que importar milhões de rolos e na semana passada Maduro criou um comité para lidar com o problema. O governo responsabiliza especuladores pela escassez (deste produto e de outros nomeadamente alimentares) e, por isso, a fábrica de Manpa, no estado de Aragua, foi ocupada.

As autoridades de Caracas dizem que a ocupação é temporária.