Crónica de jogo

Sporting ganhou ao Olhanense e continua perfeito como visitante

Fredy Montero facturou pela sexta vez e André Martins estreou-se a marcar com a camisola dos “leões”, que chegaram aos dez pontos.

Foto
Foto: Francisco Leong/AFP

As coisas estão de facto diferentes para o Sporting. Ontem, na quarta jornada, derrotou o Olhanense no Estádio Algarve (0-2) e conseguiu a terceira vitória no campeonato, algo que na temporada passada demorou 14 jogos a atingir. Leonardo Jardim pode evitar a questão, mas o seu conjunto, que ocupa a segunda posição a dois pontos da liderança, está a jogar e a pontuar como um candidato ao título.

Os golos dos “leões”, que também venceram na primeira deslocação na Liga (Académica), surgiram na segunda parte. Fredy Montero voltou a facturar, tal como nas três rondas anteriores, enquanto André Martins fixou o resultado, estreando-se a marcar pela equipa a nível sénior. Vítor foi utilizado pela primeira vez por Jardim, tendo realizado os últimos 20 minutos, depois de o resultado estar feito.

Impulsionado pela dupla Adrien e André Martins, o Sporting, que surgiu com Eric Dier a substituir o lesionado Rojo e com Capel no lugar de Carrillo, foi melhor e teve mais oportunidades, mas as ocasiões soberanas dividiram-se até ao intervalo. Capel falhou duas dos lisboetas (11’ e 28’), a segunda porque jogou de cabeça quando devia ter usado o pé, e Montero falhou por pouco um remate acrobático de costas (24’).

O Olhanense respondeu na parte final: o central senegalês Diakhité atirou de cabeça à barra num canto apontado por Rui Duarte (39’) e depois foi Rui Patrício a corrigir um erro do brasileiro Maurício que o sueco Mehmeti tentou aproveitar (45’).

O Sporting regressou forte dos balneários e quase beneficiou de um autogolo de Vítor Bastos, dois minutos antes de um remate de um Montero ressaltar em Diakhité e depois no poste (48’).

Aos 51’, o colombiano inaugurou o marcador, ao marcar de cabeça após um livre, beneficiando, contudo, de uma posição irregular, pois estava ligeiramente adiantado em relação à defesa algarvia. Foi o sexto golo do sul-americano em quatro jogos pelo Sporting na Liga.

Nove minutos depois, André Martins dobrou a vantagem leonina. O médio internacional português deu um toque subtil na bola na pequena área para bater o guarda-redes Ricardo, acedendo a um cruzamento de Wilson Eduardo da esquerda, a ala que o Sporting mais usou para criar perigo na segunda parte. O jogo baixou então de ritmo, mas os locais só responderam aos 76’, com Vítor Bastos a falhar de cabeça quando tinha tudo para reduzir.

As diferenças neste início de época do Sporting são evidentes em relação ao anterior. Os “leões” chegaram aos dez pontos, o dobro dos que tinham há um ano após quatro rondas. De resto, na temporada negativa de 2012-13, o clube de Alvalade só chegou à dezena de pontos à 9.ª jornada e ao segundo triunfo como visitante à 19.ª.