Passos e Crato recebidos com protestos em inaugurações de escolas

Dispositivo policial impediu acesso público a cerimónia em Oliveira do Bairro criticada por ser considerada uma "reinauguração".

Fotogaleria
Um dos cartazes contesta uma nova cerimónia depois da escola de Bustos já ter sido inaugurada em Fevereiro Ricardo Castelo/NFACTOS
Fotogaleria
Elementos da União dos Sindicatos de Aveiro estiveram entre os manifestantes em Oliveira do Bairro Ricardo Castelo/NFACTOS

O primeiro-ministro e o ministro da Educação e Ciência foram recebidos nesta quarta-feira com um protesto à entrada para inauguração da escola básica de Bustos, no concelho de Oliveira do Bairro. Os acessos ao estabelecimento de ensino foram bloqueados pela polícia “por questões de segurança” e pais e alunos foram impedidos de assistir à cerimónia, criticada por ser considerada uma “reinauguração”.

“Está na hora, está na hora de o Governo ir embora.” Foi com esta frase que Passos Coelho e Nuno Crato foram recebidos junto à escola de Bustos, cujos acessos foram bloqueados pelas autoridades com recurso a barreiras metálicas. Atrás das barreiras, faixas e cartazes empunhados por manifestantes e elementos da União de Sindicatos de Aveiro, afecta à CGTP, e pais indignados por não poderem aceder à escola.

Alguns moradores da Rua da Nossa Senhora das Necessidades, morada da escola básica, questionaram também o aparato policial, justificado com "questões de segurança".

Segundo apurou o PÚBLICO, apenas o pessoal afecto à escola, incluindo professores, e ainda jornalistas, responsáveis de entidades locais e candidatos às autárquicas foram autorizados a entrar.

Em causa está a cerimónia desta quarta-feira, considerada uma “reinauguração” do estabelecimento de ensino que já tinha sido inaugurado em Fevereiro deste ano. Entre os manifestantes via-se uma faixa onde se lia “Inauguração foi para o povo e agora a reinauguração é para a realeza”.

O primeiro-ministro e o ministro da Educação inauguram nesta quarta-feira dois centros escolares. Além da inauguração da escola básica de Bustos, Passos Coelho e Nuno Crato estiveram no Centro Escolar do Troviscal, também em Oliveira do Bairro. À semelhança do que aconteceu na primeira cerimónia, os dois membros do governo foram recebidos com vaias e assobios de manifestantes, entre estes elementos do Sindicato de Professores da Região Centro e da União de Sindicatos de Aveiro.

À tarde, primeiro-ministro e ministro visitam a Escola Básica e Secundária de Ferreira de Castro, em Lações de Cima, Oliveira de Azeméis.

As visitas verificam-se no âmbito das actividades da abertura do ano lectivo 2013-2014, cuja abertura oficial acontece quinta-feira.

Notícia actualizada às 11h42: Acrescenta recepção com protestos ao ministro e primeiro-ministro no Centro Escolar do Troviscal.