Passeio a Fátima da Junta de Grijó termina em confusão por causa de Carlos Abreu Amorim

A presença no almoço do candidato à Câmara de Gaia provocou mal-estar junto de alguns dos participantes na viagem de idosos.

Um passeio da terceira idade a Fátima, promovido pela Junta de Freguesia de Grijó, terminou em grande confusão quando o presidente da junta, Rogério Tavares, anunciou a presença do candidato da coligação Gaia na Frente, Carlos Abreu Amorim.

O incidente aconteceu na sexta-feira, minutos depois de o presidente da Junta de Freguesia de Grijó ter anunciado que o candidato social-democrata iria associar-se à festa. Carlos Abreu Amorim compareceu no final do almoço, num restaurante perto de Fátima, a convite de Rogério Tavares, o que surpreendeu muita gente, uma vez que a iniciativa nada tinha a ver com eleições. Tratava-se de um passeio de idosos, idêntico a tanto outros que todos os anos se realiza por iniciativa da junta.

Quando o autarca de Grijó comunicou aos comensais a presença de Abreu Amorim, Joaquim Américo, membro do Grupo Renovador Independente de Grijó (GRIjo), que concorre a esta junta de freguesia nas eleições autárquicas de 29 de Setembro, insurgiu-se contra a presença do candidato da coligação PSD/CDS-PP, criticando o aproveitamento político que representava a sua presença numa iniciativa de cariz social, destinada às pessoas de Grijó.

De acordo com relatos feitos ao PÚBLICO, Joaquim Américo pediu o microfone para dar conta da sua indignação perante a presença do candidato, mas foi impedido de falar, gerando-se um grande rumor na sala, onde estavam perto de 800 idosos de Grijó. De acordo com as mesmas fontes, dois seguranças, que faziam protecção ao presidente de junta, terão não só impedido que Joaquim Américo usasse da palavra como o retiraram do restaurante.

Protestos e agressões

Perante a situação, e segundo as mesmas fontes, Alberto Rocha, candidato pelomovimento GRIjos à Junta de Freguesia de Grijó/Sermonde, saiu em socorro de Joaquim Américo, que terá sido agredido no pescoço e nos braços. Nesta confusão, Alberto Rocha e - de acordo com informações avançadas ao PÚBLICO - um terceiro elemento acabaram também por ser agredidos.

Carlos Abreu Amorim acabou por não intervir no almoço, e alguns dos participantes na iniciativa abandonaram mesmo a comitiva em carros próprios. Nas redes sociais estão a circular fotografias que dão conta dos desacatos.

O passeio a Fátima foi organizado pela Junta de Freguesia de Grijó, tendo participado cerca de 800 idosos, distribuídos por 17 autocarros. Cada pessoa pagou cinco euros, o resto tendo sido suportado pela autarquia.

O PÚBLICO tentou por diversas vezes contactar o presidente da Junta de Freguesia de Grijó, sem qualquer sucesso, o mesmo tendo acontecido em relação a Carlos Abreu Amorim.

Ao fim de quatro anos à frente da Junta de Freguesia de Grijó à frente do movimento independente GRIjo, Rogério Tavares, que também já foi eleito do PS, concorre às próximas eleições pelo PSD.