Filipe Guerra
Foto
Filipe Guerra

Lisboa não é só bacalhau e pasteis de Belém

Célia Pedroso e Filomena Ferreira Pinto propõem roteiros gastronómicos com uma oferta variada do que melhor se pode encontrar em Lisboa

"O bacalhau e o pastel de Belém são incontornáveis, mas não são as únicas coisas que merecem ser conhecidas", conta ao P3 Célia Pedroso, uma das mentoras de Eat Drink Walk Lisbon.

 

A falta de trabalho nas suas respectivas áreas profissionais (Célia é jornalista e Filomena é Relações Públicas) levaram a que procurassem rentabilizar o conhecimento que têm da gastronomia e dos locais que vale a pena conhecer na capital e que ficam fora das rotas turísticas convencionais.

PÚBLICO -
Foto

 

PÚBLICO -
Foto

"Onde podem sentir o verdadeiro sabor de Portugal: da suculenta sandes de leitão à ubíqua sardinha, só tem de escolher a rota mais adequada ao seu paladar", pode ler-se no site. "Guiamo-nos pela qualidade", quer sejam locais mais pitorescos ou mais requintados, acrescenta Célia.

 

Eat Drink Walk Lisbon oferece um serviço personalizado, para grupos entre duas e oito pessoas, com valores entre os 40 e os 95 euros, com duração de três a quatro horas, e têm como público-alvo os estrangeiros, preferencialmente anglo-saxóncos, que visitam o nosso país.

 

As auto-designadas "especialistas locais e amantes de comida" apresentam um cardápio variado, não obstante, deixam espaço para que sejam feitas sugestões para que possam adequar as rotas aos gostos individuais de cada cliente.

 

A escolha de Lisboa (e Azeitão no distrito de Setúbal) para a implementação deste serviço justifica-se por ser a área onde residem, há alguns anos, e que melhor conhecem e, obviamente, oferecerem um conjunto de locais onde se podem degustar os vinhos e petiscos do nosso país.

 

 

Diversificar a oferta

É um projecto relativamente recente, mas que mereceu já a atenção do The Guardian e, desde essa altura que têm aumentado as reservas, especialmente para os meses de Setembro e Outubro. O objectivo é poder "manter estas rotas de forma regular, durante todo o ano", diz Célia, e contar com a "colaboração" das condições meteorológicas e, por outro lado, estabelecer novas parcerias que tornem o serviço mais diversificado.

 

As reservas podem ser feitas através da sua página na Internet. Combinam o ponto-de-encontro numa praça conhecida e depois seguem, a pé, para os locais onde podem apreciar a nossa gastronomia.

 

A divulgação da Eat Drink Walk Lisbon continuará a ser feita através da sua página web (brevemente, também no Facebook). As mentoras esperam que os clientes continuem a sugerir o serviço aos seus conhecidos.